Piloto de Boeing 747 pousa novamente no Brasil mantendo nariz elevado

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Como vimos hoje pela manhã, na última noite passou por Recife um Boeing 747-200 que se tornou conhecido após tirar onda com um pouso diferente em Florianópolis. E, mais uma vez, ele repetiu o feito no Nordeste:

A filmagem que você pôde ver acima foi feita por Gabriel Oliveira, que gentilmente nos cedeu a gravação do pouso noturno do Jumbo 747-200 de matrícula ER-BAT, um dos apenas 20 ainda em operação no mundo hoje.

O jato veio de Macau, na China, com paradas em Nova Déli, na Índia, e Accra, capital de Gana. O pouso em Recife aconteceu às 19h50 e a decolagem foi às 22h30 para Lima, no Peru.

Apesar de não se saber o motivo da passagem do Jumbo pelo Brasil, o piloto repetiu o feito de Florianópolis e de Bangladesh, mantendo o nariz o mais alto possível após o pouso, numa técnica especial chamada de AeroBreaking e que no Brasil é conhecida como “dar grau” ou “pouso americano”.

Toda vez que uma aeronave é flagrada nesta manobra, uma polêmica é gerada, já que a técnica não é recomendada pelo manual da Boeing, mas ainda assim o Comandante Petrov, que é russo, a faz, mostrando certa maestria e confiança nas suas habilidades.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias