Piloto da Latam volta com avião para expulsar passageiro que não queria pôr a máscara

Foto de Luiz Maltez

Um passageiro indisciplinado atrasou um voo da Latam que partiria de Curitiba para Guarulhos na segunda-feira, dia 25 de outubro. Como resultado, o piloto teve que voltar com o avião ao terminal, a fim de que o homem, que não queria usar a máscara, pudesse ser expulso do voo.

A ocorrência ocorreu durante o voo LA-4788, que deveria partir às 9h25, mas decolou apenas 30 minutos depois, após discussão entre passageiro e tripulantes. O leitor Luiz Maltez estava no voo e registrou com seu celular o momento em que o passageiro é expulso.

Segundo Maltez, “o comandante retornou da cabeceira da pista para desembarcar o desobediente. Ele ainda quis colocar a máscara depois que o comandante voltou com o avião mas não teve jeito foi retirado da aeronave”.

Dados da plataforma de rastreamento de voos FlightRadar24 mostram o roteiro da aeronave no solo do aeroporto Afonso Pena, mostrando que ela já estava próxima se ingressar na pista, quando retornou ao terminal. O voo foi operado pelo Airbus A320 de matrícula PR-TYJ.

Nota da Latam

A LATAM Airlines Brasil informa que a aeronave que fazia o voo LA 4788 (Curitiba – São Paulo/Guarulhos) desta segunda-feira (25) precisou retornar ao finger (posição de pouso e decolagem) para realizar o desembarque de um passageiro em função de comportamento indisciplinado.

Após o desembarque, o voo seguiu viagem para o destino final em completa segurança. A LATAM reforça que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Sinal verde para a retomada de voos no Aeroporto do Vale...

0
A retomada das operações com aeronaves no Aeroporto Regional do Vale do Aço passa a valer a partir da meia-noite da próxima quarta-feira.