Piloto de avião desenha um punho cerrado nos céus contra o racismo

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Voando em solidariedade com os atos anti-racismo, um piloto canadense desenhou um enorme punho cerrado nos céus de Nova Escócia, enquanto voava em uma aeronave Cirrus SR22.

Piloto avião desenho punho
Imagem – Dimitri Neonakis

O piloto Dimitri Neonakis de vez em quando aparece na mídia internacional por seus desenhos feitos no céu e rastreados por aplicativos como FlightRadar24 ou FlightAware.

Morador de Dartmouth, na região canadense da Nova Escócia, ele resolveu ir aos céus mais uma vez na quinta-feira (4), para desenhar um punho cerrado, numa demonstração de solidariedade ao movimento anti-racismo, que ganhou força após policiais matarem George Floyd, nos Estados Unidos.

“O racismo está ganhando terreno sobre nós. Sempre esteve lá, ao longo da história, especialmente aqui na América do Norte ”, disse o piloto à CTVNews.ca. “Mas, vendo as últimas notícias, minha maneira de expressar não a raiva, mas a indignação e uma série de emoções, foi desenhar o punho no céu”.

Com uma aeronave Cirrus SR22 de matrícula C-GZTP, Neonakis voou um total de 650 quilômetros para desenhar o grande punho. Para tal, ele usou o aplicativo de planejamento Foreflight. A formação da imagem foi acompanhada por milhares de pessoas através do Flight Aware e rapidamente compartilhada nas redes sociais em meio ao calor do momento.

O próprio FlightAware disponibilizou uma gravação do voo, que você pode ver no tuíte abaixo:

Desenhos pelo céu

O punho cerrado é o mais recente dos voos da Neonakis, que já desenhou um coração em solidariedade às vítimas de um assassinato e também fez uma homenagem à piloto Jennifer Casey, morta num acidente aéreo em maio.

“O ano de 2020 me deu muitas razões para voar, infelizmente”, disse ele. “Quando as pessoas me dizem que isso fez o dia delas ou espalhou esperança, isso dá um propósito a essas coisas que eu faço, que amo”, conta o piloto.

Neonakis também é o fundador do DreamWings, um projeto que oferece a crianças com deficiência a oportunidade de co-pilotar um voo. Segundo o site do projeto, desde 2017, Neonakis voou com mais de 500 crianças como seu co-piloto.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Roman
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Futuros pilotos de caça da FAB treinam tiro aéreo com Super...

0
O Segundo Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação (2°/5° GAV) - Esquadrão Joker iniciou, no dia 10 de setembro, a campanha de emprego ar-ar do Curso