Piloto grava o exato momento em que pássaro colide contra o para-brisas do Boeing 737

Pássaro

Nos últimos anos, muitos pilotos têm mantido suas câmeras ligadas enquanto estão no cockpit. Além de garantir lindas imagens tomadas a partir de ângulos incomuns ao passageiro comum, eles também flagram situações como essa do vídeo abaixo, que foi divulgado na semana passada.

Nas imagens, registradas por pilotos russos enquanto comandavam um Boeing 737, e que acabaram viralizando, o aviador captura quadro a quadro o exato momento em que um pássaro se aproxima e colide violentamente contra o para-brisas do jato.

Durante a gravação, é possível ouvir os pilotos conversando sobre um determinado sistema do avião, quando de repente são surpreendidos pelo animal. A colisão assustou o piloto, que deixou cair a câmera (ou o celular) enquanto xingava em russo.

Nesse momento, ainda não há informações disponíveis sobre a data exata, a rota ou a altitude. Com a aeronave nada aconteceu, mas do pobre pássaro, nada sobrou. Apesar de parecer inofensivo, incidentes com pássaros podem representar sérios riscos para os aviões, pois em muitos casos eles são absorvidos pelos motores, o que pode levar à sua inutilização.

Acidentes causados por pássaros

Dois acidentes graves, mas ambos com final feliz podem ser citados aqui, originados de colisões com pássaros.

Em 15 de janeiro de 2009, o capitão Chesley Sullenberger teve que usar de toda sua experiência para decidir em poucos segundos o destino do voo US Airways 1549, depois que ambos os motores da aeronave foram atingidos por pássaros. Sem muitas opções, o comandante segue para um pouso bem sucedido no Rio Hudson, em Nova Iorque, num evento que virou filme sete anos depois, estrelado por Tom Hanks.

A320 da Ural Airlines pousou num milharal

Outra situação ocorreu em 15 de agosto de 2019, quando um Airbus A321 da empresa russa Ural Airlines faz um pouso de emergência numa plantação de milho após um impacto com um bando de pássaros, que resultou na inutilização dos dois motores. Filmagens internas dos passageiros flagraram o momento do impacto e do pouso de emergência.

Embora graves, ambas as situações não resultaram em fatalidades.

Carlos Roman
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Agências dos EUA e Europa alertam sobre condição insegura no Airbus...

0
A Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) e a Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA) emitiram uma Diretriz de Aeronavegabilidade