Piloto não consegue frear o Boeing 737 a tempo e acaba varando a pista no Canadá

Um avião Boeing 737-800 da canadense Westjet escorregou durante o pouso e acabou saindo da pista no Aeroporto Internacional Halifax Stanfield, no domingo, 5 de janeiro. 

O avião, que carregava 172 passageiros e 7 tripulantes, fazia o voo WS248 e aterrissou pouco depois do meio-dia vindo do Aeroporto Internacional de Toronto, durante uma tempestade de neve. 

“A aeronave parou após o final da pista”, disse Tiffany Chase, porta-voz do Aeroporto de Halifax, em um e-mail no domingo à tarde. “Nós respondemos imediatamente e trabalhamos com a WestJet para transportar com segurança os passageiros e a tripulação para o edifício do terminal em grupos e de ônibus. Neste momento, posso confirmar que todos os passageiros foram transportados com segurança para o terminal”.

Nevasca

O passageiro do voo 248 Eric Wynne, comentou que todos estavam calmos. “Era basicamente como um carro escorregando da estrada para o acostamento”, disse ele. “Não foi calamitoso e nem terrível. Ninguém ficou ferido”.

Wynne disse que houve algum tipo de golpe do vento quando o avião se aproximou da pista, fazendo com que balançasse de um lado para o outro, mas nenhuma indicação de problemas depois de pousar. Estava nevando na hora, mas não muito, disse ele. 

Logo após parar, o piloto pegou o interfone e disse que eles haviam escorregado e parado fora da pista. Depois disso, Wynne olhou pela janela e viu a grama através da neve. O rapaz disse ao The Chronicle Herald que o avião não deslizou para o lado, mas que apenas havia ultrapassado o limite da pista em cerca de 50 metros.

Reboque ou ônibus

O piloto inicialmente disse aos passageiros que um caminhão de reboque viria buscá-los, mas o plano mudou e os ônibus e as escadas de embarque foram levados ao avião para que os passageiros pudessem desembarcar e ser transportados para o terminal. O clima entre os passageiros era bom, disse ele.

“Havia um pouco de impaciência, mas todos estavam calmos”, disse Wynne cerca de 90 minutos depois que o avião pousou. “Alguns passageiros estavam brincando, implorando à tripulação para colocar os escorregadores de emergência, para que pudessem usá-los para descer do avião”.

Pista fechada

A pista 14 foi para a investigação, enquanto isso, a outra pista 15/23 passou a ser usada nas operações. Em paralelo, a Westjet emitiu um comunicado em seu Twitter:

“Estamos trabalhando com o @hfxstanfield para garantir a segurança continuada de nossos passageiros e tripulantes enquanto eles desembarcam a aeronave”, disse a companhia aérea. “Os ônibus estão levando tudo para o terminal, onde reunirão sua bagagem o mais rápido possível. “

Como resultado do incidente, a Westjet cancelou o voo 3426 de Halifax para St. John’s, o voo 3429 de St John’s para Halifax e o voo 247 Halifax para Toronto.

A Westjet pediu desculpas aos passageiros e disse que trabalhará diretamente com eles para garantir seu conforto”. Estamos trabalhando para garantir também que todos os passageiros que precisem de hotel / refeição / reacomodação o consigam o mais rapidamente possível. “

O Conselho de Segurança no Transporte do Canadá disse em um breve comunicado à imprensa que havia enviado uma equipe para Halifax para investigar o caso.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias