Piloto perde o controle na decolagem, Boeing 737 escapa e só para no gramado

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Na manhã de sexta-feira (5), um Boeing 737-400 da Kalitta Charters, operando um voo de carga para a gigante DHL, sofreu uma excursão de pista durante o procedimento de decolagem em Rochester, no estado de Nova Iorque. O aeroporto ficou fechado por cerca de cinco horas.

Acidente Saída de Pista Boeing 737 Kalitta Charters DHL
Foto: Greater Rochester International Airport

O que aconteceu

Segundo o relatório do The Aviation Herald, a aeronave de matrícula N733CK estaria próxima de iniciar o voo KI822, com destino a Hartford, Connecticut, com três tripulantes a bordo.

Às 9h11 locais, o controlador da Torre concedeu autorização para que os pilotos do voo da Kalitta ingressassem na pista 22 de Rochester e iniciassem a rolagem e subsequente decolagem. O AvHerald conta que, enquanto a aeronave corria, a equipe a bordo observou que o avião estava inadvertidamente virando levemente para a esquerda e saindo do eixo da pista.

Acidente Saída de Pista Boeing 737 Kalitta Charters DHL

Sem conseguir controlar a direção do Boeing, os pilotos optaram por rejeitar a decolagem, ainda a baixa velocidade, embora isso não tenha sido suficiente para evitar que o clássico 737 saísse da pista e viesse a parar no gramado, 40 metros distante do asfalto. Não houve feridos, mas a aeronave recebeu danos.

À mídia local, o comandante informou que eles estavam alinhados e prontos para partir, com todas as verificações realizadas, e que, quando o seu primeiro-oficial aplicou a potência, a aeronave virou para a esquerda.

Ainda não é possível indicar o que ocorreu e uma investigação foi iniciada. Apenas os técnicos poderão concluir o que causou o desvio da aeronave: se algum diferencial de potência dos motores, algum problema no controle direcional do trem de pouso dianteiro ou nos freios nas rodas principais, ou outra razão.

Como mostram as fotos, o tempo no local era bom.

Aeroporto ficou fechado

O Greater Rochester Airport publicou em seu Twitter diversos posts em que dava aos cidadãos informações atualizadas da ocorrência, inclusive com fotos da aeronave parada fora da pista. Embora o aeroporto tenha duas pistas ativas que se cruzam, como você pode observar no diagrama do aeroporto (acima), por azar o Boeing 737-400 parou muito próximo de ambas, interrompendo as operações de todo o aeródromo.

Após cinco horas, e alguns voos cancelados ou alternados, a aeronave foi removida e o aeroporto reiniciou operações. Com operações reduzidas devido à pandemia, o impacto não foi tão grave, no entanto, Rochester possui um aeroporto bastante movimentado em épocas normais e ficar tanto tempo fechado poderia ter sido uma grande dor de cabeça.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias