Ganha pintura especial mais um Boeing 777F da Lufthansa Cargo

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Imagem: Lufthansa Cargo/Oliver Rösler

Mais um Boeing 777F da companhia alemã Lufthansa Cargo, modelo que opera regularmente em destinos no Brasil, ganhou uma pintura especial em alusão a uma das ações promovidas pela empresa.

Na quarta-feira, 19 de maio, o jato da divisão cargueira da Lufthansa registrado sob a matrícula D-ALFG decolou pela primeira vez com um design descrito pela empresa como “muito especial”: a inscrição, em inglês, correspondente a “Voando 100% CO2 neutro impulsionado pela DB Schenker” e uma ilustração de Combustível de Aviação Sustentável (SAF) destacam a missão conjunta da Lufthansa Cargo e da DB Schenker.

Imagem: Lufthansa Cargo/Oliver Rösler

Imagem: Lufthansa Cargo/Oliver Rösler

As duas empresas trabalham juntas na proteção do clima há dez anos e agora lançam uma oferta concreta no mercado. Com o uso do SAF, que é baseado em extensas pesquisas, a companhia aérea de carga e o provedor de serviços de logística estão acelerando o abandono dos combustíveis fósseis para tornar toda a indústria de frete aéreo mais ecologicamente correta.

Desde abril, eles oferecem rotações semanais de carga neutra em CO2 entre Frankfurt e Xangai. A pintura especial da aeronave chama a atenção para a questão do SAF e convida os clientes a transportar sua carga de forma neutra em CO2.

Após a primeira rotação de cargueiro neutro em CO2 pela Lufthansa Cargo e DB Schenker de Frankfurt a Xangai em novembro de 2020, as empresas oferecem uma conexão de frete 100% neutra em gases de efeito estufa entre a Europa e a Ásia durante todo o horário de voo de verão da Lufthansa Cargo.

A necessidade de combustível na rota Frankfurt-Xangai, em ida e volta, será totalmente coberta pela SAF. Isso vai economizar cerca de 174 toneladas de querosene convencional por semana.

O Combustível de Aviação Sustentável é produzido principalmente a partir de resíduos de biomassa, por exemplo, de óleos vegetais e de cozinha usados. Durante a combustão no motor, portanto, é liberado apenas o CO2 que antes era retirado da atmosfera durante o crescimento das plantas. Os gases de efeito estufa produzidos durante a produção e transporte do combustível também são totalmente compensados ​​com projetos de compensação certificados. Isso garante a total neutralidade de gases de efeito estufa dos voos.

Embora as rotas da Lufthansa Cargo entre Frankfurt e o Brasil ainda não contem com a iniciativa de neutralização de CO2, eventualmente o D-ALFG poderá ser utilizado em tais voos, de acordo com as necessidades de planejamento de escala dos Boeings 777F da companhia.

Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a empresa tem voos aprovados às segunda-feiras em Curitiba (PR) e em Recife (PE), às segundas, terças, quartas e aos sábados em Campinas (SP) e às terças-feiras em Guarulhos (SP).

Com informações da Lufthansa Cargo

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias