Pneu de um Boeing 737 explodiu no pátio do aeroporto logo após completar o voo

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Em um incidente registrado no último final de semana, um Boeing 737 teve uma explosão de pneu no pátio do aeroporto após ter seu voo finalizado, depois de um problema apresentado ainda enquanto voava.

A aeronave envolvida, segundo relato do portal The Aviation Herald, foi o Boeing 737-800 registrado sob a matrícula VT-AXI, operado pela companhia aérea India Express, e o caso se deu no domingo, 11 de abril.

Tudo começou previamente, ainda na noite do dia 10 de abril, quando o jato estava realizando o voo de número IX-1322 de Riyadh, na Arábia Saudita, para Kozhikode (Calicut), na Índia.

Com 160 pessoas a bordo, o 737-800 partiu da pista 15R de Riyadh e estava mantendo o FL350 (35 mil pés de altitude) como seu nível de voo quando, a 50 milhas náuticas (92 km) de Kozhikode, a tripulação decidiu não pousar no destino, mas desviar para Kochi, e cerca de 100 milhas náuticas (184 km) da posição em que o jato estava.

O Boeing 737 passando perto de Kozhikode, mas seguindo para Koshi – Imagem: RadarBox

A decisão foi uma medida de precaução por segurança, devido a um pneu danificado na partida. Não há informações detalhadas que indiquem se os pilotos foram avisados durante o voo sobre o problema na decolagem, a partir, por exemplo, de algum detrito de borracha encontrado na pista, ou se houve indicação apresentada pelos sistemas da aeronave.

Após o desvio, a aeronave pousou em segurança na pista 27 de Kochi cerca de 30 minutos depois, já na madrugada do dia 11 de abril, e taxiou sem intercorrências até o pátio. Os passageiros foram desembarcados e, algum tempo depois, o pneu danificado explodiu.

Não há relato de feridos, portanto, possivelmente não havia nenhum funcionário próximo ao pneu no momento da ocorrência.

Explosões de pneus são bastante perigosas, pois envolvem a liberação de uma pressão muito elevada, motivo pelo qual há diversas precauções, por exemplo, nas oficinas da manutenção, onde pneus deves ser colocados dentro de uma grade metálica durante a calibração, para contenção de detritos em caso de falha.

A aeronave de matrícula VT-AXI permanece em solo em Kochi até a publicação desta matéria, mais de 1 dia e meio após o pouso.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Boeing 737 tem todos os pneus principais estourados no pouso

0
No estranho incidente na tarde da sexta-feira, algo levou todos os pneus do trem de pouso principal do Boeing 737 a estourarem no pouso.