Por que dois Boeing 777 da Alitalia estiveram juntos em BH no dia de hoje?

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Foto de Felipe Souza / BH Airport

Nessa terça-feira (30), uma cena rara pôde ser observada no aeroporto internacional de Confins, que serve à região metropolitana de Belo Horizonte, com a presença de dois Boeing 777 da Alitalia.

As operações cargueiras especiais foram realizadas com a finalidade de trazer ao país 2,9 milhões de doses de vacinas fabricadas pela farmacêutica GSK para prevenção da meningite C.

Operação de hoje

A primeira aeronave pousou às 4h50 e a segunda às 5h20, ambas vindas de Roma, na Itália. Todo o material já foi destinado à Fundação Ezequiel Dias (Funed) para que seja disponibilizado para o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.   

De acordo com Rafael Laranjeira, gestor Executivo de Soluções Logísticas da BH Airport, com essas duas operações realizadas hoje, já são oito voos recebidos com vacinas para prevenção da meningite C, o que mostra o empenho do aeroporto em oferecer soluções logísticas integradas aos clientes na área de ciências da vida. “O momento é de redobrar os cuidados para prevenção da Covid-19 e é fundamental a realização de voos cargueiros com recursos relacionados à saúde. Estamos comprometidos em contribuir para o fornecimento da vacina de meningite C para a população”, ressalta.  

Oitava operação cargueira com vacinas contra meningite C   

Os dois voos que chegaram nesta terça-feira ao aeroporto somam-se a outras seis operações realizadas em 2020 que trouxeram doses de vacina contra a meningite C. Em 15 de dezembro, um cargueiro com cerca de 2,4 milhões de doses pousou no aeroporto. Antes disso, em 27 de outubro, chegaram em torno de 3,5 milhões de vacinas.

Foto de Dhiego Henrique / BH Airport

Em 25 de setembro foram aproximadamente 3 milhões de vacinas para prevenção da meningite C. Em 27 de agosto, o Terminal de Cargas recebeu cerca de 1,5 milhão de doses de vacinas fabricadas pela GSK. Já em 26 de abril, foram 4 milhões de doses. Em 30 de julho, 3,3 milhões de doses chegaram ao aeroporto. Em todos os casos, o material foi encaminhado para a Funed para que fosse disponibilizado para o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.   

Aeroporto é certificado pela Anvisa  

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte foi reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por atender as Boas Práticas de Armazenagem, conforme diretrizes da Resolução 346/02. A certificação comprova que o Terminal de Cargas cumpre todos os requisitos para receber cargas sujeitas ao controle da instituição, sobretudo no atual momento de pandemia do coronavírus. A certificação reforça a estratégia do aeroporto em oferecer serviços de qualidade com eficiência e atendimento customizado por meio de soluções logísticas integradas para o mercado.  

Informações do BH Airport

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Mercado de novos aviões será de US$ 200 bilhões na Rússia,...

0
Os países da região precisarão de 1.540 novos aviões avaliados em US$ 200 bilhões nos próximos 20 anos, segundo a análise da Boeing.