Em Portugal, Boeing 777 se desprende do reboque e vai parar na grama

Em vídeo que circula amplamente pela rede, um Boeing 777 da angolana TAAG corre solto pelo pátio, após se desprender do reboque de pushback em Portugal.

O caso ocorreu há poucas horas no Aeroporto Internacional do Porto, em Portugal. A aeronave envolvida é o Boeing 777-300ER, prefix D2-TEH, da TAAG.

Por algum motivo ainda não revelado, a barra que conecta o veículo de reboque da aeronave (chamado de pushback) se desprendeu do carro fazendo com que o avião andasse sem controle por alguns metros, dado a inércia. A aeronave foi parar apenas quando subiu um pequeno barranco no fim do pátio, não resultando em feridos ou grandes danos.

Neste procedimento, é obrigatória a presença de piloto ou mecânico na cabine de comando, exatamente para poder frear a aeronave em caso de perda de controle pelo pushback. Parece que os procedimentos não foram observados nesse caso, confira no vídeo abaixo.

Um caso similar aconteceu em agosto em Tel Aviv, mas os pilotos estavam a bordo e pararam a aeronave logo depois, sem maiores problemas.

Até o fechamento desta matéria a aeronave ainda estava parada na grama. O avião tem o voo de retorno para Luanda, capital da Angola, programado às 22h00 da noite de hoje, horário local.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Uma sandália simples pesando meio quilo alertou policiais do aeroporto de...

0
Uma apreensão de drogas no Aeroporto Internacional de Miami teve uma característica diferente por conter uma quantidade relevante