Portugal pode comprar o Embraer Super Tucano, sendo o primeiro operador europeu

A Embraer pode estar mais próxima de conseguir o primeiro cliente da OTAN para o Super Tucano: Portugal está interessado no modelo e poderá estreá-lo na Europa.

Dois A-29 voam no Afeganistão © USAF

A informação foi divulgada pelo reconhecido portal militar e revista impressa Scramble Magazine, que cita voos de testes do A-29 de demonstração de matrícula PT-ZTU. O caça de ataque leve esteve na Base Aérea de Monte Real (Base Aérea nº 5) em demonstração para a Força Aérea Portuguesa.

O avião brasileiro substituiria o Dassault/Dornier Alpha Jet, pequeno jato que cumpria a missão de apoio aéreo aproximado (CAS) e treinamento avançado dos pilotos portugueses, e que saiu da FAP em 2018.

AlphaJet de Portugal – Pedro Aragão

A possível compra do avião brasileiro tem diversas influências: a Embraer tem uma planta em Évora para fabricação de partes de jatos civis e militares, a própria FAP já adquiriu o C-390 Millenium, além dos laços históricos entre os dois países. Caso a venda se conclua, Portugal será o primeiro operador da Europa e o primeiro membro da OTAN a adquirir o modelo diretamente.

Os EUA chegaram a avaliar o Super Tucano para sua Marinha, Corpo de Fuzileiros e Força Aérea mas a licitação foi suspensa. Por outro lado, o país adquiriu 20 A-29 para a Força Aérea do Afeganistão.

Além disso, nos EUA está o único Super Tucano civil do mundo, hoje operado pela Tactical Air Support para ser adversário de aviões militares em treinamento, mas foi uma encomenda original da Blackwater, a mais famosa empresa de mercenários do país.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias