Portugueses que estavam presos no Brasil reclamam do preço do voo de repatriação

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O voo da TAP Air Portugal que resgatou portugueses e residentes de Portugal, que não conseguiam voltar para a Europa, gerou críticas pelo alto preço.

Avião Airbus A330-200 TAP Air Portugal

A aeronave, que chegou nesta manhã em Lisboa, fazia um voo especial operado pela TAP Air Portugal, após decolar no final da tarde de ontem de São Paulo. Nele estavam apenas cidadãos portugueses ou estrangeiros com residência permanente em Portugal, inclusive alguns brasileiros que estudam e trabalham lá.

A passagem custou €850 euros, equivalente à R$5.750 reais em valores atuais – só ida. Segundo uma passageira disse ao canal português tvi24, este valor é seis vezes mais que ela tinha pago na sua passagem de volta, que foi cancelada, já que os voos entre Brasil e Portugal foram suspensos no dia 27 do mês passado e ainda não tem data confirmada para retorno.

Já um brasileiro que mora e estuda em Portugal entendeu que o preço é muito alto para um voo humanitário e de repatriação, e que não deveria cobrar-se mais do que uma passagem normal.

Outros relatos são de passageiros que estavam de férias no Brasil e tentavam voltar para Portugal havia mais de um mês. Por sua vez, uma passageira disse à repórter que estava feliz e agradeceu por estar de volta “à terrinha”.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias