À CNN, presidente da Azul diz não acreditar em fusão com a LATAM

© CNN Brasil

Em entrevista à CNN Brasil na segunda-feira (25), o presidente da Azul, John Rodgerson, diz não achar que ocorrerá uma fusão entre a sua empresa e a LATAM Airlines Brasil.

O bate-papo aconteceu no programa CNN Líderes comandando pela jornalista Raquel Landim, a qual questionou John sobre à ida das empresas ao CADE para comunicar o acordo de code-share (compartilhamento de voos), algo comum em vistas ao tamanho da parceria entre as empresas.

“Eu acho que não, acho que início de fusão não, podemos fazer mais juntos talvez, mas fusão não. O que nós fizemos é que fomos para o CADE para mostrar respeito ao órgão regulador, isso é importante para mostrar nossas intenções, e mostrar que Azul e LATAM não tem overlap“, afirmou John quando questionado da fusão.

O executivo cita que a LATAM tem hubs em Guarulhos e Brasília, enquanto a Azul tem em Campinas, Confins e Recife. Um exemplo benéfico citado pelo code-share é um voo de Congonhas para o interior do Paraná.

Com a entrada na Ponte Aérea, a Azul abandonou as rotas de Congonhas para Curitiba e Porto Alegre, mas a LATAM continuou operando. Agora, com o acordo é possível um passageiro sair de Congonhas com a LATAM até Curitiba, e de lá para Pato Branco com a Azul.

Além dos voos domésticos John também cita que o code-share irá fortalecer os voos internacionais, onde teve a maior queda na demanda devido à pandemia. Veja a entrevista completa abaixo:

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias