Presidente dos EUA poderá ter avião capaz de voar a 6.000 km/h

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A poderosa Força Aérea Americana (USAF) informou que entrou numa parceria com a Hermeus Corporation, empresa aeroespacial que desenvolve aeronaves comerciais ultra-velozes, para trabalhar em viagens hipersônicas para o Departamento de Defesa. O contrato, mais especificamente, foi formado entre a empresa de tecnologia e a Diretoria Presidencial e Executiva de Transporte Aéreo.

A transação acontece depois que a Hermeus testou com sucesso um protótipo de motor Mach 5 em fevereiro de 2020.

Os fundadores da Hermeus incluem ex-funcionários da SpaceX, a start-up de foguetes de Elon Musk, e da Blue Origin, o empreendimento espacial secreto de Jeff Bezos. Todos os quatro fundadores trabalharam juntos na Generation Orbit no desenvolvimento de um avião-foguete hipersônico e no mais novo X-Plane da Força Aérea dos EUA.

O que estão dizendo

O esforço está focado na avaliação das aeronaves Hermeus Mach 5 para apoiar a frota de transporte aéreo presidencial e executivo. A integração antecipada de requisitos exclusivos da Força Aérea para mobilidade em alta velocidade e avaliação de interfaces entre aeronaves de alta velocidade e a infraestrutura existente de comunicações, aeroportos e controle de tráfego aéreo, estabelece as primeiras bases dessa parceria. 

Além disso, a Hermeus preparará planos de teste para reduzir o risco técnico associado a essas modificações para dar suporte aos requisitos da Força Aérea.  

Opinião da USAF

O brigadeiro-general Ryan Britton, diretor executivo do Programa de Transporte Aéreo Presidencial e Executivo comentou sobre o projeto:

“Saltos de capacidade são vitais, pois trabalhamos para complicar o cálculo de nossos adversários. Ao alavancar o investimento comercial para impulsionar novas tecnologias na Força Aérea, somos capazes de maximizar nosso retorno sobre os investimentos do Departamento de Defesa. A Diretoria Presidencial e Executiva de Transporte Aéreo se orgulha de apoiar a Hermeus em tornar essa capacidade de mudança de jogo uma realidade”.

O Hermeus Mach 5

A equipe Hermeus projetou do zero, construiu e testou com sucesso um protótipo de motor Mach 5 em apenas 9 meses. A campanha de teste serviu como redução de risco para a arquitetura de mecanismo de ciclo combinado e ilustra a capacidade da equipe de executar com eficiência o cronograma. 

“Usando nossa tecnologia de pré-resfriador, pegamos um motor de turbina a gás pronto para uso e o operamos em condições de velocidade de voo mais rápido que o famoso SR-71. Além disso, levamos o modo ramjet para o Mach 5, demonstrando capacidade hipersônica de propulsão a ar”, disse Glenn Case, CTO da Hermeus.

“Iniciamos uma jornada para revolucionar a infra-estrutura de transporte global, em uma mudança semelhante à evolução do dial-up para a era da banda larga, aumentando radicalmente a velocidade das viagens por longas distâncias”, disse AJ Piplica, co-fundador e CEO da Hermeus, quando o projeto foi lançado no ano passado.

A Hermeus se apoia numa visão de longo prazo para transformar a rede global de transporte humano com aeronaves voando a Mach 5 – mais de 3000 milhas por hora. Com isso, o tempo de voo de Nova York para Londres será de 90 minutos, em vez de 7 horas. 

As aeronaves de alta velocidade oferecem diferenciação disruptiva, onde a principal métrica é a velocidade, em vez de assentos macios, o que historicamente resultou em expansão econômica. “As aeronaves Mach 5 têm o potencial de criar mais dois trilhões de dólares de crescimento econômico global por ano, liberando recursos significativos que podem ser utilizados para resolver os grandes problemas do mundo”, diz a Hermeus no comunicado de hoje.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias