Presentão: Presidente turco ganha o mais luxuoso avião do mundo

No mês passado noticiamos que o mais luxuoso avião do mundo estava à venda. E se você só namorou e não o comprou, agora o Boeing Business Jet 747-8i já está na sua nova casa: na Turquia como parte da frota oficial do presidente Erdogan.

avião Boeing 747-8i Catar Turquia

© JRC Aviation Photography




O Emir do Catar estava se desfazendo de dois de seus Boeings 747: um antigo modelo SP que está sendo vendido por $9.5 milhões de dólares, e o 747-8i de matrícula VQ-BSK que não teve seu preço revelado.

O jumbo tem uma configuração VIP levando apenas 76 passageiros ao invés dos 410 que normalmente leva em uma companhia aérea. A aeronave também é bem nova, tem apenas 436 horas voadas e 200 ciclos (um ciclo é definido por uma decolagem e um pouso).

Entregue em 2012, a aeronave só foi voar três anos depois, após uma reconfiguração pesada para deixar seu interior no máximo luxo: uma suíte com cama de casal, sala de estar e até uma pequena enfermaria com equipamento médico, entre muitos outros detalhes.

O principal motivo do Jumbo ter virado presente é o apoio que o presidente turco Tayyip Erdogan tem dado ao Qatar após o bloqueio de seus vizinhos. Desde comida até tropas foram fornecidas para o país do Sheikh Tamim bin Hamad al Thani.

A Turquia, por sua vez, enfrenta uma grave crise econômica e se distanciou dos EUA após a suposta tentativa de golpe de estado contra Erdogan. Para muitos, entretanto, foi uma armação turca para acabar com a oposição e levar o presidente turco ao controle total do estado.

Inclusive um das suas aeronaves foi uma das figuras do golpe: Erdogan fugiu de um resort em um Gulfstream minutos antes dele ser bombardeado por caças F-16 pilotados por militares golpistas, que por algum “motivo” não perseguiram o jatinho até o Aeroporto de Istanbul.

Do aeroporto o presidente desceu da aeronave e, juntamente com a população, retomou o controle da cidade. Desde então vários professores, políticos, militares e opositores têm sido presos, o que gerou suspeitas sobre a veracidade do golpe e acusações de violação de direitos humanos.

A última etapa desta confusão tem sido o movimento de políticos americanos para o bloqueio da entrega dos caças stealth de 5ª geração F-35 Lightning II à Turquia. Apesar do apoio de boa parte do congresso, os pilotos turcos já estão em treinamento nos EUA, mesmo sem a certeza se um dia irão pilotar os próprios F-35.

A frota presidencial da Turquia inclui além de jatos Gulfstream, um Airbus A340-500 e um A330, ambos em configuração VIP.

O maior e mais luxuoso jato executivo do mundo está à venda

https://www.aeroin.net/conheca-historia-jovem-piloto-mineiro-voa-boeing-747-8/

Com informações do The Points Guy.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos