Início Variedades Preso mecânico de avião por contrabando de planta estimulante africana

Preso mecânico de avião por contrabando de planta estimulante africana

Um mecânico da American Airlines está detido em prisão preventiva desde o início de 2020, acusado de usar sua posição para ajudar a contrabandear Khat para os Estados Unidos.

Khat é uma planta que contém duas drogas estimulantes principais que podem acelerar a mente e o corpo com efeitos considerados semelhantes, mas menos poderosos, aos da anfetamina.

Principalmente encontrado no Nordeste da África e na Península Arábica, a Khat não é ilegal em vários países, incluindo a Etiópia e a Somália. As folhas da planta, que são mastigadas para produzir o efeito estimulante, continuam populares entre algumas populações de imigrantes. A Khat, no entanto, contém os estimulantes Cathine e Cathinone, ambos proibidos nos Estados Unidos.

Adil Munir Yusuf, de 53 anos, trabalha para a American Airlines há mais de 22 anos no Aeroporto Internacional de Los Angeles. Os promotores acusam Yusuf de ajudar a contrabandear mais de 80.000 libras (cerca de 36 mil quilos) de Khat para os Estados Unidos entre 2015 e 2020.

O valor das drogas de rua foi estimado em US$ 82 milhões. Yusuf e cinco outros réus também são acusados ​​de lavagem de dinheiro depois que o produto da venda de drogas foi transferido para a Etiópia.

Os promotores afirmam que Yusuf usou seus benefícios de voo significativos que a American Airlines deu a ele como parte de seu trabalho para ajudar na trama. Usando os privilégios de ‘passe de amigo’, seus co-conspiradores podiam voar para países onde a droga era legal e subornar funcionários estrangeiros para rotular os carregamentos como itens legais nos Estados Unidos, como chá.

“Yusuf abusou de uma posição de confiança (mecânico de linha aérea com acesso especial a aeroportos e aviões) ao usar os benefícios das companhias aéreas para viagens para transações de drogas”, alegam documentos judiciais protocolados por promotores federais e relatados pelo Dallas News.

Yusuf está sob custódia desde janeiro. A audiência preliminar final não está programada para ocorrer ao menos até fevereiro de 2021.

Sua equipe de defesa insiste que ele é inocente e tem sido um funcionário exemplar que até ganhou um prêmio da American Airlines. Nenhuma Khat foi encontrada com Yusuf quando ele foi preso.

Os defensores da Khat afirmam que a droga não é mais viciante ou prejudicial do que uma xícara de café forte, mas a Drugs Enforcement Administration (DEA) diz que ela tem alto potencial se usada em abuso e pode levar a delírios, danos ao fígado e complicações cardíacas.

Este não é o primeiro caso recente de um mecânico da American Airlines fazendo uso de sua posição para atuar em esquemas envolvendo drogas. Veja a seguir outra ocorrência:

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Sair da versão mobile