Primeiro Airbus A350 da SAS faz voo inaugural

Foto SAS

O primeiro Airbus A350-900 XWB da SAS fez seu primeiro voo de teste na fábrica da Airbus, em Toulouse, no dia de ontem. Ostentando uma nova e atraente pintura em tons de prata, cinza e azul, o A350 subiu aos céus pela primeira vez para uma série de testes de voo antes de ser entregue à SAS.

Nomeado Ingegerd Viking e registrado como SE-RSA, o A350 deve ser entregue no hub da SAS no Aeroporto de Copenhague em dezembro.

Baseado em Copenhague

Enquanto na Dinamarca, onde será a base, a aeronave passará por voos de familiarização da tripulação antes de entrar em serviço no dia 28 de janeiro de 2020. A SAS decidiu colocar seu novo avião no popular serviço de longo curso de Copenhague a Chicago.

Outros destinos para o A350 no futuro incluem Nova York, São Francisco, Tóquio, Hong Kong, Pequim e Xangai

A SAS optou por uma cabine de três classes composta por 40 assentos na classe executiva, 32 assentos SAS Plus e 228 assentos na classe econômica que o SAS chama de “assentos Go” para um total de 300 passageiros.

O Ingegerd Viking é o primeiro dos oito A350-900 XWBs que a companhia aérea nórdica encomendou para complementar sua frota, em substituição aos quadrimotores A340-300. Com isso, a empresa espera uma economia de combustível de 25%. Construído com materiais compósitos e equipado com os modernos motores Rolls-Royce Trent XWB, o A350 é consideravelmente mais silencioso do que as aeronaves de corpo largo anteriores da Airbus.

Foto SAS

Também, com o movimento chamado de “vergonha de voar” que está em pleno andamento na Europa, incluindo toda a Escandinávia. Com isso, os países estão buscando agressivamente fontes de energia mais sustentáveis.  A própria SAS recentemente assinou um acordo com a Airbus com relação à pesquisa de aviões híbridos e elétricos. A companhia também já declarou que quer todas suas aeronaves usando biocombustível até 2030.

Mais da renovação da frota

A SAS espera aposentar suas aeronaves Boeing 737-600 nos próximos anos, substituindo-os por 80 A320neo. A frota de longo curso deve ser aprimorada com os A350 que já mencionamos, cinco A330neos e três A321LRs.

Ao falar recentemente sobre o novo A350 da SAS em um evento em Toulouse, o site de aviação AirlineGeeks cita o vice-presidente executivo comercial da SAS, Karl Sandlund, dizendo:

“Reduziremos a distância do escandinavo às culturas e mercados importantes, servindo destinos em todo o mundo de maneira eficiente e confortável. Estamos ansiosos para receber nossos passageiros a bordo desta aeronave de última geração. ”

“Nossa nova frota é incrivelmente adequada aos padrões de viagens escandinavos e adaptada para atender às demandas do mercado. Esta nova aeronave fortalecerá a oferta de nossos clientes. ”

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.