Primeiro voo de Amsterdã a Belo Horizonte trará 2 milhões de testes de Covid-19

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O primeiro voo ligando a Holanda a Minas Gerais chega nesta segunda-feira, trazendo 2 milhões de testes rápidos da Covid-19 em um voo da Azul.

Covid-19 Azul A330neo

Nesta segunda-feira, dia 1º de junho, o Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, receberá o segundo voo vindo da China com itens essenciais para combate ao Coronavírus. O primeiro foi um da Aeroméxico, como mostramos aqui.

O lote de cerca de 2 milhões de testes rápidos para detecção da Covid-19 foi importado por duas empresas. Uma delas é a Cepalab – especializada na fabricação e comercialização de produtos para saúde. A carga, com operação logística assinada pela ES Logistics, está prevista para chegar por volta das 15h.

O voo fretado da Azul Cargo Express partirá do Aeroporto Internacional de Qingdao Liuting, na província de Shandong, e fará escala em Amsterdã, na Holanda. A missão será cumprida por um Airbus A330-900neo, a maior e mais moderna aeronave da frota da companhia aérea, e terá todo o espaço da aeronave – desde o porão até os assentos e os bins (compartimentos superiores de bagagens) – para o transporte dos testes.

“Mais uma vez, o aeroporto reforça seu compromisso em apoiar o transporte de recursos relacionados às ciências da vida. Temos uma localização privilegiada e muito a contribuir nesse momento delicado pelo qual passa a população mundial. Em meio à pandemia do coronavírus, o modal aéreo é, mais do que nunca, fundamental para a celeridade e segurança no transporte de cargas essenciais ao combate da doença. Temos toda a infraestrutura e seguimos rigorosamente todas as normas técnicas de manuseio desses insumos”, explica Rafael Laranjeira, gestor Executivo de Soluções Logísticas da BH Airport.

Segundo o diretor da ES Logistics, Evandro Ardigó, a operação envolveu negociações em diversos países. “A sincronia é complexa, pois envolve aeroportos, companhia aérea, autarquia de aviação, transportadores e importadores, tudo isso aliado a segurança da tripulação, respeitando as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a segurança de todos”, afirma.

Terminal é certificado pela Anvisa e possui OEA

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte foi reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por atender as Boas Práticas de Armazenagem, conforme diretrizes da Resolução 346/02. A certificação comprova que o Terminal de Cargas cumpre todos os requisitos para receber cargas sujeitas ao controle da instituição, sobretudo no atual momento de pandemia do coronavírus. A certificação reforça a estratégia do aeroporto em oferecer serviços de qualidade com eficiência e atendimento customizado por meio de soluções logísticas integradas para o mercado.

Além disso, no final do ano passado, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte recebeu a certificação de Operador Econômico Autorizado (OEA), pelo programa da Organização Mundial das Aduanas (OMA). No Brasil, a iniciativa é realizada com a Receita Federal e mostra que as atividades de importação e exportação são realizadas de maneira regular e idônea. Com isso, a logística estabelecida no sítio aeroportuário é considerada segura e confiável em suas operações.

Pela Assessoria de Imprensa da BH Airport

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Airbus A380 da Emirates é recebido com canhões de água ao...

0
A companhia aérea Emirates fez a reestreia do A380 na Rússia e o gigante foi recebido com o tradicional batismo dos canhões de água do Corpo de Bombeiros.