Prioridade é melhorar a gestão e o serviço da aviação brasileira, diz MInfra

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Em reunião de avaliação do setor, secretário-executivo destacou que a discussão estratégica abre caminho para melhorar a aviação brasileira

O secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, apontou nesta sexta-feira (23) como objetivo da pasta para 2021 melhorar a gestão e o serviço da aviação brasileira. Após a concessão de 22 aeroportos à iniciativa privada durante a Infra Week, estão previstos relicitação e alienação de terminais aeroportuários, além de uma nova rodada de leilões.

“Temos como prioridade para este ano desburocratizar o setor, ampliar e qualificar a oferta de transporte aéreo no país. Vamos em frente”, afirmou o secretário-executivo, durante a Reunião de Avaliação da Estratégia (RAE) Setorial de Aviação Civil. O encontro é promovido pela Secretaria-Executiva, por meio da Subsecretaria de Gestão Estratégica, Tecnologia e Inovação (SGETI).

Na visão do secretário-executivo, os temas foram discutidos de forma estratégica, abrindo o caminho para melhorar a gestão da aviação em 2021. A reunião também possibilitou o debate sobre as metas alcançadas pelo setor e avaliar o andamento de outras ações em execução. Como, por exemplo, a relicitação do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN), a alienação da participação da Infraero nos aeroportos de Guarulhos (SP), Brasília (DF), Galeão (RJ) e Confins (MG), e o leilão da 7ª rodada, previsto para acontecer até junho de 2022

QUALIDADE – Também entraram nas discussões os bons índices da pesquisa de opinião sobre a infraestrutura de transporte realizada em 2020. Conduzida pela Fundação Dom Cabral, que integra o ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial, o Brasil teve um salto de 18 posições (de 85 para 67), em eficiência dos serviços aeroviários.

Além da Secretaria-Executiva, o encontro reuniu representantes da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Secretaria de Fomento, Planejamento e Parcerias, Subsecretaria de Gestão Estratégica, Tecnologia e Inovação e Ouvidoria.

Informações do Ministério da Infraestrutura

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias