Problemas com motores Rolls Royce também afetam o Airbus A330neo

Após desembolsar mais de R$1 bilhão para consertar 400 motores do 787, a Rolls Royce afirmou que os problemas também se extendem ao novo A330neo da Airbus.




O Rolls Royce Trent 7000 é o único motor utilizado nos novos A330-800neo e A330-900neo da Airbus. Este motor utiliza a mesma arquitetura do Trent 1000 que equipa alguns Boeings 787. Os motores dos aviões da Boeing estão com problemas localizados nas blades (lâminas) do rotor principal, do compressor intermediário e de alta pressão.

Mais especificamente os problemas estão relacionados à durabilidade das blades. Fato já especulado por algumas pessoas do setor anteriormente, já que o problema apareceu em 787 com alguns anos de operação.

A informação foi revelada por uma fonte na Rolls Royce consultada pela Bloomberg. A fabricante britânica de motores já causou atrasos de quase 12 meses no projeto do A330neo, período que o motor passou por uma modificação no desenho.

Porém a maioria dos consertos não estarão disponíveis tão cedo: estima-se que tudo se resolva só seis meses depois da primeira entrega para a TAP Air Portugal, coincidindo com a entrega prevista para a Azul no final deste ano. Vale lembrar que o motor Rolls Royce Trent XWB que equipa o Airbus A350 também possui estrutura similar ao Trent 1000 e 7000, mas até agora nenhum problema foi identificado.

Com informações da Bloomberg

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Um Iphone esmagado quase colocou fogo em um Boeing 787 a...

0
Boletim final apresenta detalhes do incidente envolvendo um Iphone que pegou fogo a bordo, em um voo da British Airways.