Início Empresas Aéreas Produção do Boeing 747 vai se aproximando do fim com mais um...

Produção do Boeing 747 vai se aproximando do fim com mais um entregue à UPS

O novo 747-8F da UPS em Louisville

A contagem regressiva para o final da história da produção da família Boeing 747 avançou mais uma vez nesta semana. Quase 53 anos depois da apresentação do primeiro Jumbo Jet da história, em 30 de setembro de 1968, agora restam apenas 6 unidades a serem entregues.

O mais recente jato quadrimotor a ter sua fabricação concluída foi entregue na última quinta-feira, 8 de julho, à gigante americana UPS Air Cargo. Registrado sob a matrícula N628UP e de números de série 65779 e de fabricação 1565, o Jumbo do modelo cargueiro 747-8F voou de Everett, onde fica a linha de produção, para Louisville, base da companhia aérea, no início da tarde da quinta-feira.

Esta aeronave é a 23ª do modelo 747-8F a entrar na frota da UPS, o que a mantém como líder absoluta e disparada da variante 747-8 no mundo. A segunda colocada é a Lufthansa, com 19 unidades da versão de passageiros 747-8I. A UPS ainda tem outros 13 Boeings 747-400F.

Dos seis Jumbos que ainda serão produzidos pela Boeing até o fim da história da família 747 no ano que vem, os próximos dois ainda serão entregues à UPS. Depois, os últimos quatro serão da também cargueira americana Atlas Air, que totalizará oito jatos 747-8F, além de outros 38 exemplares da geração anterior 747-400F que hoje fazem parte de sua frota.

Com isso, a Boeing terá produzido 1571 aviões 747 ao longo de quase 54 anos de fabricação ininterrupta da icônica e admirada família de quadrimotores.

Sair da versão mobile