Início Aeroportos Projeto de aeroporto cancelado ganha prêmio internacional de arquitetura

Projeto de aeroporto cancelado ganha prêmio internacional de arquitetura

Um projeto de aeroporto com um design futurista e símbolo da arquitetura moderna, mesmo cancelado, ganhou um importante prêmio internacional.

O projeto premiado do novo aeroporto – Imagem: Rethinking the Future

No ano de 2018, um projeto para construção de um aeroporto na Cidade do México, que custaria US$ 15 bilhões, foi cancelado pelo governo do atual presidente do país, López Obrador.

Após consultas públicas, 70% das pessoas votaram para o cancelamento do projeto, preferindo a construção de novas pistas na Base Aérea de Santa Lucía, bem como uma modernização no Aeroporto Internacional de Toluca, que recebe também tráfego da Cidade do México.

Mesmo com o cancelamento do projeto, porém, o Rethinking the Future, um site de arquitetura que anualmente promove prêmios, colocou o novo Aeroporto Internacional do México em primeiro lugar na categoria transporte (conceito) do Prêmio Repensando o Futuro 2021.

O site descreve o projeto do aeroporto premiado com os seguintes dizeres:

“As cores intensas, características da cultura mexicana, penetram nos componentes funcionais da membrana inteligente / fachada do edifício. O símbolo mesoamericano do sol é evocado dentro do salão central abobadado luminoso.

“Da visão inicial a partir do céu e do carro, ao momento inspirador de entrar, a arquitetura une corpo e espírito, Cidade do México e viagens, tecnologia e história, em uma estrutura leve e unificada que evoca a emoção de viajar.”

O projeto premiado do novo aeroporto – Imagem: Rethinking the Future

Conforme relata o site Mexico News Daily, o Rethinking the Future comentou que o novo aeroporto que estava começando a ser construído em Texcoco era um projeto e investimento importante para o futuro do país, além de representar a união de talentos do designer global e inovação.

O projeto premiado do novo aeroporto – Imagem: Rethinking the Future

Mesmo com a incrível arquitetura e o designer futurista, o projeto que começou em 2014 não chamou a atenção do presidente López Obrado, que, antes mesmo de assumir o cargo de presidente, em 2018, alegou ser uma obra de alto custo, sendo construído em um antigo lago que estava se afundando, além de haver corrupção por parte da antiga gestão.

Obrado decidiu cancelar a projeto no último dia 30 de abril, dizendo em uma coletiva de imprensa que o melhor negócio para as contas públicas foi não construir o aeroporto de Texcoco, estimado em 300 bilhões de pesos.

Ele disse que haverá um custo de 100 bilhões de pesos pelo cancelamento do projeto e que a obra na Base Aérea de Santa Lucía custará 75 bilhões de pesos, gerando assim uma economia de 125 bilhões de pesos (US$ 6,2 bilhões) aos cofres públicos.

Tal economia, seria capaz de bancar a construção de uma ferrovia que passará por cinco estados no sudeste do México, com um valor total de US$ 8 bilhões.