Próxima visita ao Brasil de um clássico Boeing 747-200 já tem uma data marcada

Ver um dos poucos Boeing 747-200 que ainda voam no mundo tornou-se um privilégio. Isso porque, há muitos anos, o clássico quadrimotor perdeu espaço para modelos mais novos, modernos e econômicos. O Brasil, no entanto, tem estado no radar de um desses poucos exemplares, sobretudo por conta de transportes especiais de carga durante a pandemia.

Estamos falando do Boeing 747 da exótica empresa Fly Pro, da Moldávia, uma companhia que não mantém voos regulares ao Brasil, mas que tem operado fretamentos de correio e mercadorias em geral vindos do outro lado do mundo. Desde que a pandemia começou, o jato já foi visto nos aeroportos de Florianópolis, Recife e São Paulo – Guarulhos, em várias ocasiões.

Uma visita mais

E a próxima visita já tem uma data marcada para o dia 25 de maio (terça-feira), segundo os dados obtidos junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A programação é similar a das visitas anteriores, com um longo percurso ao redor do mundo.

DIA 22 DE MAIO – o voo começa em Manas, no Quirguistão e pousa em Macau, Colombo (Sri Lanka), Jidá (Arábia Saudita) e Conakry (Guiné).

DIA 25 DE MAIO – a aeronave decola às 3h (hora de Brasília) para São Paulo – Guarulhos com número de voo PVV-8652. A chegada no GRU Airport está prevista para 9h30 da manhã do mesmo dia.

DIA 26 DE MAIO – no dia seguinte, às 5h da madrugada, a aeronave decola de São Paulo rumo a Acra, em Gana, como PVV-8653.

A frota atual da empresa é bastante limitada e tem apenas duas aeronaves. Seus dois jatos Boeing 747-200, de matrículas ER-BAT e ER-BAR, são dois dos cerca de 20 Jumbos da variante 200 ainda ativos no mundo hoje. É mais comum vê-los em fretamentos pela Ásia e Oriente Médio, embora fretamentos para outras partes do mundo tornaram-se comuns durante a pandemia.

Em ocasiões anteriores, o jato esteve no Brasil para trazer encomendas dos Correios vindas da China. Para esse próximo voo, no entanto, ainda não temos informação do motivo que o traz, mas atualizaremos quando apurarmos.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias