Próximo grande Antonov a vir a Belém já passou por 9 das 11 escalas até o Brasil, acompanhe

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Antonov AN-124 – Imagem: Infraero

Se o gigante Antonov AN-124, o segundo maior avião do mundo em capacidade de carga, é mundialmente conhecido por ter essa característica especial, o mesmo não pode se dizer de seu alcance em voo.

Como ocorre em todo projeto aeronáutico, a escolha por um parâmetro acima da média leva a consequências contrárias em um ou mais outros parâmetros da aeronave. Ou seja, ser melhor que os demais cargueiros em transportar grandes e pesadas cargas leva, entre outros fatores, a um maior peso estrutural do avião, aumentando o consumo de combustível e penalizando a distância de voo.

Assim, as três operações sendo feitas desde a semana passada pelos AN-124 da Antonov Airlines, levando equipamentos para a mineradora Vale desde Melbourne, na Austrália, até Belém, no Pará, são uma verdadeira maratona de pousos e decolagens ao redor do mundo.

O primeiro avião pousou na capital paraense na última quinta-feira, 25 de fevereiro, e o segundo tem previsão de chegada amanhã, 3 de março, com pouso programado às 17:00 no aeroporto Val-de-Cans. Mas sua partida da Austrália ocorreu na noite da sexta-feira, 26, e já passou por 9 das 11 paradas a serem feitas no trajeto.

Conforme mostramos previamente aqui no AEROIN, a partida de cada operação ocorre em Melbourne com destino a Darwin, ainda no país dos cangurus. Depois, o AN-124 de matrícula UR-82029 fez escalas na Malásia, em Bangladesh, na Índia, no Azerbaijão, na Ucrânia, na Alemanha, na Islândia e em Bangor (EUA).

No momento da publicação desta matéria, o gigante voava de Bangor para Orlando, também nos EUA, de onde depois prosseguirá para a última escala, no Suriname, antes do trecho final a Belém.

O AN-124 em voo para Orlando hoje – Imagem: FlightRadar24

A título de comparação, a aeronave de outro modelo que também participou do transporte especial, o Boeing 747-400F da Atlas Air, fez apenas três escalas, parando na Coreia do Sul e em mais dois aeroportos norte-americanos, Anchorage e Miami.

Além deste AN-124 que já está na América do Norte aproximando-se do fim de sua jornada até Belém, o terceiro e último voo, do Antonov de matrícula UR-82008 (o mesmo que veio na semana passada) chegou hoje de volta a Melbourne e permanecia em solo até a publicação desta matéria. A previsão é de pouso em Belém Às 17:00 do próximo sábado, 6 de março, após as mesmas 11 escalas pelo mundo.

Para acompanhar onde estão os dois cargueiros através do FlightRadar24, clique a seguir em cada uma das matrículas: UR-82029 (nos EUA) e UR-82008 (na Austrália).

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Governo Dória publica edital de concessão para 22 aeroportos regionais paulistas

0
O Governo de SP lança o edital de concorrência internacional para leilão da concessão dos 22 aeroportos regionais, atualmente administrados