Qantas revela detalhes de como mantém seus gigantes Airbus A380 estocados

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

A companhia aérea australiana Qantas revelou com detalhes como tem mantido seus Airbus A380 estocados devido à Pandemia do Coronavírus.

Airbus A380
Airbus A380 da empresa estocados na Austrália

A empresa aérea de bandeira da Austrália tem deixado apenas dois de seus gigantes aviões A380 voando, enquanto as 10 aeronaves restantes estão estocadas ou em manutenção.

Mas, enquanto não existem passageiros suficientes para o maior avião de passageiros do mundo, o gigante quadrijato não pode ficar apenas parado esperando ser chamado, assim como qualquer aeronave também não pode.

Existe todo um cronograma de testes e cheques a serem feitos periodicamente para garantir que a aeronave mantenha a sua aeronavegabilidade, ou seja, a sua condição plena de voo.

A cada 14 dias as rodas do avião precisam ser giradas, seja empurrando a aeronave pelo pátio ou levantando a mesma num macaco e girando-as manualmente. Vale lembrar que o A380 tem nada menos que 22 pneus.

Este procedimento ajuda a não deixar a roda “achatada”, assim como acontece com um carro que fica abandonado por muito tempo e a parte de baixo do pneu fica plana.

Com os motores, que do A380 valem até $25 milhões de dólares cada, são necessários cuidados extremos. Um deles envolve a Sílica em gel – a mesma substância daquelas pequenas bolinhas parecendo plástico que vêm nos saquinhos dentro de caixas de sapatos novos, produtos eletrônicos que saíram da loja, entre outros.

A função desse gel em bolinhas é tirar a umidade e evitar a corrosão. No caso do A380 são colocados muitos sacos grandes no motor para tirar a umidade, chegando a mais de 100 kg de Sílica por motor.

Além disso, cada motor precisa ser ligado uma vez a cada 14 dias, o famoso “giro de motor”. A cada giro, a Sílica em gel é retirada e depois recolocada entre as pás do motor, e ele é então tampado com uma lona até o próximo procedimento.

Estas medidas também se aplicam de maneira diferente aos outros jatos da companhia, como os Boeings 737 e 787 Dreamliner. Dos 296 aviões da empresa e das subsidiárias Qantas Link e JetStar, 215 estão estocados.

Com informações do Australian Aviation

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Avião Embraer E-Jet E-195 Azul

Azul espera operar 505 voos diários para 89 destinos em outubro

0
Fortalecendo sua malha doméstica, a Azul adiciona novas rotas domésticas partindo de Campinas. Seguindo todos os protocolos e medidas de higiene