Qatar Airways usa grandes aviões Airbus A330 para percorrer apenas 2 km

Foto de Clement Alloing

A Qatar Airways começou a reativar alguns de seus Airbus A330-300 que ficaram um ano estacionados, a fim de implantá-los em voos comerciais. No total, segundo os parceiros do CH-Aviation, foram cinco as aeronaves reposicionadas para o aeroporto internacional de Hamad, em Doha, base operacional da empresa, nas duas últimas semanas.

Curiosamente, o local de estocagem das aeronaves era o antigo Doha International Airport, localizado a apenas dois quilômetros de distância, em linha reta, do novo aeroporto. A rota das aeronaves, no entanto, contou com uma decolagem e um breve circuito antes do pouso na base operacional, como mostram dados da plataforma de rastreamento de voos RadarBox.

Os oito A330-300 foram removidos da malha no começo da pandemia. No entanto, desde a última semana de julho, eles vêm realizando operações de carga para destinos na Europa e Ásia, além de apenas alguns raros voos de passageiros. O uso dos A330 para essa finalidade acontece num momento em que as viagem são gradativamente retomadas e mais aeronaves são necessárias na frota da empresa aérea catariana.

Outra novidade recentemente anunciada pela empresa é a recontratação de muitos comissários de bordo, que haviam sido licenciados ou demitidos durante os meses mais difíceis da pandemia. A notícia se soma ao que se tem observado em outras regiões do mundo, embora a reposição de todos os postos de trabalho perdidos na pandemia deva durar ainda bastante tempo.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias