Início Empresas Aéreas Qatar devolve jatos para a Boeing, que os entregou apenas para bater...

Qatar devolve jatos para a Boeing, que os entregou apenas para bater meta

Logo após receber novíssimos jatos Boeing 787-9 Dreamliner, a Qatar Airways está devolvendo hoje os mesmos para a fabricante americana.

O motivo da devolução? A Boeing apenas os entregou para bater sua meta de entregas previstas no ano.

Com isso, os aviões 787-9 já entregues nesta semana (de matrículas A7-BHA, BHB, BHC, BHD, BHE, BHF e BHG) ainda não estão com a nova cabine da executiva, a famosa QSuite.

A fabricante tinha planejado entregar 137 jatos Dreamliner este ano, e os sete últimos seriam os novos 787-9 da Qatar Airways. Porém, em outubro, o CEO da companhia aérea, Akbar Al Baker, disse ao jornalista Alex Macheras que os 787-9 da empresa irão contar com as novas QSuites, e que isso iria atrasar a entrada em operação da aeronave.

Atual QSuites da Qatar

O que ninguém esperava é que o atraso fosse atrapalhar os planos da Boeing de atingir sua meta de entregas, e que a fabricante simplesmente entregaria os aviões sabendo que seriam devolvidos em seguida. Isso porque, em termos contábeis, uma empresa só pode reconhecer a receita de uma venda após a entrega do produto, então os sete 787-9 não entrariam na conta se ficassem com a Boeing até a atualização do interior. Com isso, a empresa bate a meta e agrada funcionários e investidores.

Quatro jatos citados acima já chegaram ou estão fazendo agora a rota de Doha para Victorville, na Califórnia, onde a Boeing possui um grande centro de engenharia. São eles o BHA, o BHB, o BHD e o BHE.

Os outros três 787, matriculados A7-BHC, A7-BHF e A7-BHG ainda estão em Doha, e logo mais deverão retornar para os Estados Unidos assim como os seus “irmãos”.

Nesta procura por bater meta, serão 14 voos transatlânticos feitos sem passageiros. Esta medida da Boeing e da Qatar foi criticada por diversas pessoas, já que gerou uma poluição maior apenas por questões burocráticas e de papelada.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile