Início Empresas Aéreas Qatar não quer mais ser o cliente de lançamento do 777X: “outros...

Qatar não quer mais ser o cliente de lançamento do 777X: “outros podem ser a cobaia”

A Qatar Airways afirmou, na semana passada, que não estará na disputa para ser o cliente de lançamento do Boeing 777X, mesmo que o jato de próxima geração chegue no final de 2022. A Lufthansa e a Emirates eram, anteriormente, as lançadoras, mas atrasos no projeto e a pandemia mudaram os planos de todas as companhias. O posto de lançador segue em aberto.

Mudando de ideia

Há apenas algumas semanas, durante um evento do Conselho de Negócios EUA-Catar, o CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, declarou que sua empresa seria o cliente de lançamento do Boeing 777X e estava trabalhando ativamente com a Boeing no design e nas especificações de desempenho para este novo tipo de avião.

No entanto, o CEO parece ter mudado de direção, com Al Baker dizendo durante um webinar organizado pelo site de aviação Simple Flying, na semana passada, que “não seremos os primeiros a operar a aeronave, será outra pessoa”.

Al Baker não indicou qual companhia aérea pode agora ter reivindicado o posto de lançador do 777X, mas acrescentou com alguma ironia: “mas é bom, eles podem ser a cobaia e nós nos beneficiaremos”.

60 pedidos

A companhia aérea do emirado fez pedidos para 60 jatos Boeing 777X, com 50 da versão 777-9 e 10 dos 777-8. Isso permitirá à Qatar Airways aposentar seus 48 Boeing 777-300ERs e nove Boeing 777-200LRs. A ideia original da empresa era ter apenas o 777X (da família 777) na frota até 2025, mas essa data deve ser movida para 2027 ou 2028.

Todos os jatos Boeing 777X da companhia aérea catariana apresentarão a próxima geração das Qsuites, a premiada classe executiva da empresa aérea. Além disso, alguns dos grandes bimotores terão uma cabine de primeira classe única, com apenas quatro assentos.

A disputa está aberta. Quem será o novo lançador do Boeing 777X?

Sair da versão mobile