Qatar pede mais cinco Boeing 777F, frota total terá 33 aviões cargueiros

A Qatar Airways planeja adicionar mais cinco Boeing 777F à sua frota cargueira, que já tem 16 unidades em operação e mais 10 encomendadas, fazendo de si a segunda maior operadora do modelo no mundo. O acordo foi firmado com a Boeing durante o Paris Air Show.

Atualmente, a Qatar Cargo tem uma frota composta por 23 aeronaves, sendo dezesseis 777Fs, dois 747-8Fs e cinco A330-200F. Quatro outros 777Fs serão entregues em 2019 e ao menos um em 2020.

Embora a empresa não tenha confirmado oficialmente, os A330F devem estar com os dias contados na frota da empresa. Isso por que um movimento já tem sido notado em que, na medida em que os 777 chegam, a empresa tem reduzido a frota de Airbus. Com isso, a empresa tende a padronizar com cargueiros Boeing.

Outro fator que corrobora com o supracitado é que a empresa já informou ao mercado que vai retirar todos os A330-200 de sua frota de passageiros até 2024.

A Qatar Cargo já opera muitas frequências na América do Sul, inclusive São Paulo (GRU Airport), no Brasil. Os novos jatos devem incrementar as rotas transatlânticas e trans-pacíficas da empresa.

Com informações da Boeing

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Motor PW P&W GTF PW1100G

Nova ferramenta identifica fenômeno antes que ele destrua o motor do...

0
Motores de combustão, como os de aeronaves, permanecem sob risco de danos catastróficos por um fenômeno chamado "oscilações de combustão".