Qatar pode deixar oneworld devido a atitudes das companhias “parceiras”

O CEO do grupo Qatar Airways, Akbar Al Baker, disse ao FlightGlobal que a Qatar Airways pode se retirar da oneworld devido a táticas de obstrução adotadas por outros membros da aliança, principalmente a American Airlines.




Avião Boeing 777 Qatar Oneworld

“A ideia por trás de uma aliança é trabalhar em conjunto para apoiar uns aos outros como uma família. Mas eu não acho que isso seja mais o espírito da aliança, especialmente porque a American Airlines está continuamente atingindo a Qatar Airways, difamando a Qatar Airways, dando desinformação para o governo dos EUA sobre a Qatar Airways”, disse Al Baker.

A American Airlines há muito tempo critica a Qatar e acusou a companhia de receber subsídios injustos e outras formas de assistência do governo, uma alegação que o Catar nega.

A luta diminuiu no início deste ano depois que a companhia árabe concordou em publicar suas demonstrações financeiras auditadas.

Al Baker acrescentou ainda que a American Airlines “está acusando nosso investimento na Air Italy de ser uma interação governamental de alto nível, alegando que estamos trapaceando o acordo de céus abertos que assinamos com o governo dos EUA”. A Qatar Airways detém uma participação de 49% na Air Italy, que oferece voos próprios para os EUA, embora estes não estejam incluídos no acordo de codeshare da Air Italy-Qatar.

Al Baker também criticou outro membro da oneworld, a Qantas, por bloquear a expansão da Qatar na Austrália. Atualmente, a operadora do Catar opera 42 voos semanais para a Austrália e atende a Melbourne Tullamarine, Sydney Kingsford Smith, Canberra, Adelaide e Perth Int’l. A Qantas opera uma joint venture com a Emirates, concorrente direta da Qatar.

 
Informações pelo ch-aviation.
 

⁠⁠⁠⁠⁠Qatar pretende comprar 10% da American, mas CEO desta é contra.

CEO da Emirates alerta os EUA sobre renegociação do acordo de Céus Abertos com os Emirados

Aeromexico acionará justiça contra a Emirates devido a subsídios dos Emirados Árabes

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.