Empresa aérea faz voo panorâmico de 8h em passeio de Boeing 787

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A companhia aérea Qantas levou neste sábado, 10 de outubro, 150 australianos em um passeio turístico aéreo único na vida, no voo panorâmico Grande Terra do Sul, sobre alguns dos destinos mais icônicos da Austrália.

Avião Boeing 787-9 Qantas
O Boeing 787 do voo de hoje – Imagem: Mitchul Hope / CC BY

O passeio cênico “de um dia inteiro”, como chamou a companhia, a bordo de um Boeing 787 Dreamliner normalmente utilizado para voos internacionais de longo curso, contou com uma série de sobrevoos de baixa altura em locais importantes ao longo da costa de New South Wales e Queensland, bem como Uluru no Território do Norte do país dos cangurus.

A rota de voo foi escolhida e prepara pela tripulação de voo da Qantas para mostrar a paisagem australiana única de uma perspectiva diferente, e sem ter que se preocupar com o contínuo fechamento das fronteiras.

O comandante Alex Passerini disse que, embora eles frequentemente passem por esses marcos como parte de voos normais, isso ocorre a 35.000 pés, e não a cerca de 4.000 pés como o voo panorâmico sobre os pontos importantes.

Antes do voo, o comandante comentava: “Vamos inclinar a aeronave para que os passageiros de ambos os lados tenham uma ótima visão, em particular de Uluru, depois que recebemos permissão especial para o sobrevoo. Vai ser um dia muito especial e estamos animados por estar de volta ao ar novamente.”

FlightRadar24 Voo Panorâmico Qantas Austrália
O 787 fazendo voltas a baixa altura – Imagem: FlightRadar24

O passeio contou com duas ligações terrestres via satélite para os passageiros ouvirem fatos em primeira mão vindos de especialistas locais, enquanto eles sobrevoaram Whitsundays e Uluru.

O voo panorâmico Grande Terra do Sul foi inspirado por Frequent Flyers (os passageiros do programa de fidelidade da companhia) que disseram que não puderam fazer voos da Qantas devido às restrições da Pandemia e queriam uma oportunidade de desfrutar um pouco da hospitalidade “Espírito da Austrália” da companhia aérea, mesmo que não pudessem viajar como normalmente fazem.

O passageiro David Thompson disse que, como muitas pessoas, ele teve vários planos de viagens nacionais e internacionais frustrados em 2020, então pegar um avião e fazer uma viagem turística foi a melhor coisa até que ele pudesse visitar os destinos pessoalmente.

“Embarcar novamente em um avião é uma coisa boa para sair das restrições de viagem da Covid-19 e ter a oportunidade de apreciar o que realmente temos aqui em nosso próprio país. Eu os vi do céu hoje, mas mal posso esperar para voltar e pousar na próxima vez”, disse David.

A rota pôde ser acompanhada em tempo real nos sites de rastreamento, pelo voo de número QF787. A aeronave que cumpriu a operação foi o 787-9 de matrícula VH-ZND, que permaneceu no ar por 8 horas e 26 minutos, segundo dados do FlightRadar24.

A Qantas destaca que o voo panorâmico Grande Terra do Sul operou com emissões líquidas zero, com as emissões de carbono do voo sendo 100% compensadas por outras ações da companhia.

Informações da Qantas

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Restaurantes do aeroporto do Galeão terão entrega de comida pelo IFood

0
O RIOgaleão fechou uma parceria com o aplicativo iFood, dando início à primeira operação de delivery em um aeroporto brasileiro.