Qual é o Boeing 747 mais antigo ainda voando no mundo?

A indústria aeronáutica tem grandes feitos, não apenas por produzir aviões cada vez maiores e modernos, mas também por mantê-los operando por tanto tempo, bastando para isso uma disciplina de manutenção adequada. Nessa matéria, você vai conhecer qual é o Boeing 747 mais antigo ainda em operação no mundo, um cinquentão.

B747_101_EP-CQB_Mehrabad_170417_1900-(Stefan-Fax)
Foto de Stefan Fax via Flick

É incrível, mas esse clássico jumbo Boeing 747-100 da foto acima foi o quinto Boeing 747 construído na história e fez seu primeiro voo em 13 de julho de 1969, ainda assim, ele continua voando 50 anos depois. Apesar de sua história ser longa, curiosamente, ele não teve muitos donos.

Originalmente encomendado pela norte-americana Eastern Airlines, ele acabou nunca operando para essa empresa. Em vez disso, como a empresa desistiu da encomenda, então a Boeing acabou entregando-o à Trans World Airlines (TWA) em 18 de agosto de 1970, com a matrícula N93101.

Sua carreira na TWA foi breve e, com menos de cinco anos de uso, a empresa norte-americana acabou devolvendo-o à Boeing para conversão em cargueiro e repasse a um novo operador. Em 1976, ele seguiu a carreira. Como as sanções dos Estados Unidos contra o Irã não existiam, um negócio pode ser feito com o país islâmico, fazendo com que o Boeing 747-100 encontrasse ali seu novo destino. Nos dias atuais, uma transação como essa seria vetada sob severas multas aos seus intermediários.

EP-NHV
EP-NHV registrado em Londres – Foto de l8rmt via Flickr

No começo da década de 1980, com as primeiras sanções impostas ao Irã, a empresa aérea nacional Iran Air viu limitarem-se suas opções de crescimento de frota, de modo que o Boeing 747 passou às suas mãos entre 1984 e 1986, novamente numa configuração para passageiros. Através de uma busca na internet, é possível encontrar registros dessa aeronave em Londres (Heathrow), por exemplo, com o prefixo EP-NHV.

TWA 747131 N93101  SFO 371
Primeira pintura do 747, na TWA – Foto de Mel Lawrence via Flickr

Após a breve temporada na flag carrier iraniana, o avião voltou à Força Aérea do país e voltou a ter a matrícula militar. A próxima mudança aconteceria quase 30 anos depois, quando o avião passou a voar sob o registro EP-AJT e depois EP-CQB, que ostenta atualmente.

Onde ele está hoje?

Nos dias de hoje, o avião encontra-se registrado em nome da Caspian Airlines, embora opere para a força aérea persa com transporte de passageiros e carga. Por algum tempo, acreditou-se que o avião estivesse aposentado, até que fotos dele apareceram novamente, sendo a última delas datada de setembro de 2019, quando ele foi flagrado durante um pouso no Aeroporto Internacional de Teerã, Mehrabad, sua base atual.

É impossível rastrear os últimos voos da aeronave, já que ela não é equipada com os dispositivos ADS-B, mas sabe-se que a Caspian realiza apenas voos regionais no Oriente Médio, inclusive há vários relatos na mídia de que ela suporta grupos terroristas. Fotos dele são raríssimas nos dias de hoje.

Quem é a Caspian Airlines?

Em persa هواپیمایی کاسپین , é uma companhia aérea com sede em Teerã, fundada em 1993 e que opera serviços entre Teerã e outras grandes cidades do Irã, além de voos internacionais para Armênia, Síria, Turquia, Emirados Árabes Unidos e Ucrânia. Hoje, a empresa opera principalmente aeronaves da série McDonnell Douglas MD-80 e tem dois 747s em seu nome, ambos operando para a Força Aérea nacional.

Desde dezembro de 2016, a Caspian Airlines está proibida pelo Departamento do Tesouro dos EUA de realizar qualquer transação de qualquer tipo com entidades estrangeiras por apoiar ações de grupos extremistas transportando pessoal, armas e material ilícito, incluindo armas, do Irã para a Síria e Omã.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.