Quantos aviões Boeing 737 MAX estão parados em todo o mundo hoje?

A crise do Boeing 737 MAX ainda está longe de um capítulo final. Desde março desse ano, cerca de cinquenta países baniram o modelo de seus céus, inclusive o Brasil, fazendo com que centenas de aeronaves ficassem ociosas em todo o mundo, num evento sem precedentes na história da aviação. Para causar mais alarde no mercado e chacoalhar as ações da empresa, o CEO da divisão de jatos comerciais da Boeing foi demitido nesta terça-feira.

Enquanto isso, a Boeing segue sua produção e já tem centenas de exemplares do modelo prontos para a entrega, assim que ela for liberada. Ao mesmo tempo, isso gera uma outra dor de cabeça para a fabricante, que é encontrar um lugar onde estacionar as aeronaves. Além da fábrica de Renton, o aeroporto de Moses Lake também está lotado de MAX por todos os lados, até no estacionamento de carros de funcionários eles estão sendo colocados.

42 MAX por mês

Quando houve a parada total do MAX no mundo, a Boeing ainda produzia um total de 52 unidades por mês. Como medida austeridade, a empresa reduziu essa taxa para 42 unidades mensais desde abril, média que é mantida até hoje. Para 2020, no entanto, a empresa ainda não abriu quais são seus planos, talvez por que espera que tudo esteja resolvido até lá.

A decisão por manter o ritmo acelerado foi motivada pela confiança no retorno da aeronave aos céus em breve – e sobre isso não há dúvidas de que vai acontecer. Mas também há o fato de a empresa mover uma enorme cadeia produtiva e parar a produção ou reduzi-la drasticamente teria um efeito severo para a economia da região de Seattle, bem como para outros fornecedores mais distantes.

Avião Boeing 737 MAX Imagem Aérea

Quase sete centenas de aviões parados

No total, 688 Boeing 737 MAX 8 e MAX 9 estão parados em todo o mundo, dos quais 382 estão armazenados com as empresas aéreas que os receberam antes da parada mundial e outros 306 estão parados nos pátios da Boeing, esperando a liberação para entrega.

A tabela abaixo mostra a quem pertencem todos os jatos parados. No Brasil, apenas a GOL Linhas Aéreas foi afetada, já que a empresa possui 7 MAX 8, todos parados em BH e mais 6 já prontos para entrega.

Companhia AéreaNa frotaNa fábricaTotal Parado
 9 Air123
 Aerolineas Argentinas5 5
 Aeromexico6612
 Air Canada241236
 Air Changan 22
 Air China16925
 Air Europa 22
 Air Italy314
 Alaska Airlines 22
 American Airlines241034
 AZAL Azerbaijan Airlines 11
 Batik Air Malaysia 11
 Belavia 22
 Blue Air 11
 BOC Aviation 66
 Cayman Airways2 2
 China Eastern Airlines314
 China Southern Airlines242044
 Comair112
 Copa Airlines6511
 Corendon Airlines123
 Corendon Airlines Europe 11
 Corendon Dutch Airlines 11
 Donghai Airlines 22
 Eastar Jet246
 Enter Air2 2
 Ethiopian Airlines426
 Fiji Airways224
 flydubai14317
 FlyEgypt 22
 Fuzhou Airlines2 2
 Garuda Indonesia1 1
 GECAS4 4
 GOL Transportes Aéreos7613
 Hainan Airlines11213
 Icelandair639
 Jet Airways3 3
 Korean Air Lines 44
 Kunming Airlines224
 Lion Air10414
 LOT – Polish Airlines5712
 Lucky Air347
 Mauritania Airlines1 1
 MIAT – Mongolian Airlines112
 Neos 33
 NordStar Airlines 55
 Norwegian Air 9 9
 Norwegian Air Shuttle5 5
 Norwegian Air Sweden4812
 Okay Airways213
 Oman Air5712
 Private112
 Royal Air Maroc224
 RwandAir 22
 Ryanair 44
 S7 – Siberia Airlines235
 SCAT Airlines123
 Shandong Airlines7815
 Shanghai Airlines11617
 Shenzhen Airlines5712
 SilkAir6612
 Smartwings7916
 SMBC Aviation Capital1 1
 Somon Air 11
 Southwest Airlines341852
 SpiceJet131225
 Sriwijaya Air 11
 SunExpress 55
 SunExpress Germany 33
 Sunwing Airlines426
 T’Way Air 33
 Thai Lion Air3 3
 TUI Airlines Belgium4 4
 TUI Airlines Netherlands314
 TUI Airways639
 TUIfly 44
 TUIfly Nordic2 2
 Turkish Airlines121224
 Ukraine International 33
 United Airlines141428
 Unknown 11
 Urumqi Air 11
 UTair Aviation 33
 WestJet13114
 Xiamen Airlines10818
TOTAL 382306688

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.