Início Empresas Aéreas Quantos Embraer E190 ainda restam na frota da Azul?

Quantos Embraer E190 ainda restam na frota da Azul?

Ao longo de sua história a Azul operou um total de 22 aeronaves do modelo Embraer E190, muitos dos quais oriundos da JetBlue, empresa aérea que, assim como a brasileira, foi fundada por David Neeleman. Foi o avião que deu vida à empresa em seus primórdios, mas, com o tempo, foi perdendo espaço na frota e, por consequência, sendo gradativamente substituído pelos Embraer E195.

Segundo dados do Aeromuseu, a Azul tem ainda cinco aeronaves do modelo Embraer E190 ativos em sua frota, embora sua permanência possa estar se caminhando para um fim. Segundo dados históricos de sistemas de rastreamento de voos, nenhum dos jatos listados abaixo voa desde março de 2020, quando a pandemia foi anunciada.

Os jatos ainda na frota são os seguintes:

PR-AZA: um dos primeiros aviões da Azul, entregue em novembro de 2008 depois de voar na JetBlue por poucos meses. O nome de batismo é “AzulVille” em referência a sede da empresa em Barueri. Ele está parado em Porto Alegre.

PR-AZC: chegou à Azul em fevereiro de 2009 e tem o nome de batismo “Céu Azul”. Antes, voou na JetBlue por cerca de um ano. Está parado em Belo Horizonte.

PR-AZE: entregue novo de fábrica à Azul em junho de 2009, carrega consigo o nome de batismo “Verde, Amarelo e Azul”. Está parado em Belo Horizonte.

PR-AZG: chegou também novo em novembro de 2009, batizado de “A Terra é Azul”. Está parado em Belo Horizonte.

PR-AZL: foi o primeiro avião da frota da Azul, tendo chegado ao Brasil em setembro de 2008 proveniente dos EUA, onde voou antes na JetBlue por um ano e meio. Ganhou o nome de batismo “O Rio de Janeiro continua Azul”. Está parado em Belo Horizonte.

A partir de uma verificação na base de dados da ANAC, verificamos que não há voos programados para tais aeronaves registrados para os próximos meses, uma indicação de que a Azul possa estar se encaminhando para seu adeus.