Início Empresas Aéreas Quarto homem mais rico do mundo vende todas suas ações de companhias...

Quarto homem mais rico do mundo vende todas suas ações de companhias aéreas

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O quarto homem mais rico do mundo, Warren Buffett, se desfez de todas suas ações nas companhias aéreas americanas como a Delta, American, United e Southwest.

Três das companhias aéreas que Warren tinha ações

Warren é tido como um dos investidores de maior sucesso no mundo com uma fortuna atual de $72 bilhões de dólares, ficando apenas atrás de Jeff Bezos, da Amazon, Bill Gates, da Microsoft e de Bernard Arnault, da Louis Vuitton.

Ele é o homem por trás da Berkshire Hathaway, conglomerado que é dono de diversas empresas como a ferrovia BNSF e a Duracell, além de ter participações expressivas na American Express e Coca-Cola. No setor de aviação a Berkshire é a única controladora da FlightSafety International e da NetJets, a maior empresa de táxi aéreo do mundo.

Além disso, a Berkshire tinha 11% das ações da Delta Air Lines, 10% da American Airlines, a mesma quantia na Southwest Airlines e 9% na United Airlines. Mas vendeu tudo nesta semana que se passou, segundo reportou a Reuters.

“Nós tomamos essa decisão, tiramos dinheiro (vendendo as ações) mesmo após perdermos muito. Não iremos manter investimento em companhias que no futuro irão comer mais dinheiro” afirmou Warren, em seus 89 anos, e ainda no comando do conglomerado.

Ao todo, o grupo tinha $8 bilhões de dólares em ações das quatro maiores empresas aéreas dos EUA, sem contar a UPS, que é uma empresa de logística mas possui sua divisão aérea que tem um tamanho expressivo.

O anúncio foi feito ontem, sábado (2), com o mercado fechado, não sendo possível mensurar o quanto o anúncio ira impactar nas ações das empresas, mas, certamente, veremos uma forte queda na abertura do mercado amanhã, segunda-feira (4).

E, por enquanto, o bilionário afirmou que não irá investir no setor: “É um forte golpe ver toda a demanda secar, é basicamente como ter desligado as viagens aéreas neste país” conclui Warren.

Por outro lado, a NetJets que é uma das “queridinhas” do bilionário, está sofrendo após o boom inicial de demanda do coronavírus e está reduzindo frota e funcionários em 25%.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile