Após queda do Antonov, Presidente do Sudão do Sul fala do risco da aviação no país

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Acidente Antonov AN-26 Sudão do Sul
O Antonov AN-26 destruído após o acidente

Neste último sábado, 22 de agosto, apresentamos aqui no AEROIN o acidente de um avião Antonov AN-26 que ficou completamente destruído ao cair pouco depois de decolar de um aeroporto no Sudão do Sul, país do norte da África.

Conforme destacamos, infelizmente a queda, que teve apenas 1 sobrevivente entre os que estavam a bordo do avião de cargas, não foi um fato isolado, mas sim apenas mais um de uma série de acidentes e incidentes que estão ocorrendo com frequência no precário país africano.

E eis que tomamos conhecimento de uma carta emitida, ainda no sábado, pelo Presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir Mayardit, na qual ele apresenta mais detalhes oficiais sobre o acidente, porém pede ao público que tenha calma para aguardar pelos resultados da investigação, que já foi iniciada.

Apesar do pedido, entretanto, o próprio Presidente faz um alerta na carta. Ele avisa que está instruindo as autoridades da aviação do país a seguirem os padrões internacionais de controle de aeronavegabilidade dos aviões, pois “Têm acontecido acidentes demais neste país e isso não pode ser levado adiante como algo comum quando se torna um problema para a segurança dos viajantes aéreos, porque vidas estão em jogo”.

Veja a seguir o conteúdo completo da carta transcrito e traduzido, e, logo abaixo, a carta originalmente emitida:

“Eu tomei conhecimento com profundo pesar que um avião de carga viajando para Aweii com uma parada planejada em Wau acidentou-se nesta manhã pouco depois de decolar do Aeroporto Internacional de Juba.

O avião estava transportando um total de 9 pessoas, incluindo seus tripulantes. Havia seis sul-sudaneses, um ucraniano e dois tajiks. Desse número, apenas um sul-sudanês sobreviveu ao impacto da queda e as outras oito pessoas faleceram. Estamos todos profundamente e igualmente angustiados pelas famílias daquele que perderam suas vidas nesse trágico acidente.

Eu fui informado pelas autoridades de Aviação que investigações para determinar a causa da queda estão em andamento, e eu estou pedindo ao público para ser paciente enquanto as investigações continuam a levantar informações para descobrir a causa dessa queda.

Enquanto essas investigações continuam, eu estou instruindo o Ministro do Transporte juntamente às Autoridades de Aviação no país a aderirem aos padrões internacionais de operações de aeronaves quando avaliando a aeronavegabilidade dos aviões destinados a operar no Sudão do Sul. Têm acontecido acidentes demais neste país e isso não pode ser levado adiante como algo comum quando se torna um problema para a segurança dos viajantes aéreos, porque vidas estão em jogo.

Eu sei que é difícil lidar com uma tragédia dessa natureza, mas deixem-nos trabalhar duro para encontrar a causa deste acidente e utilizar as lições aprendidas para prevenir a ocorrência de tragédias similares no futuro. Deixem-nos também orar a Deus para confortar as famílias daqueles que perderam suas vidas nesse acidente.”

Carta Presidente Sudão do Sul Aviação

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Estrondos sônicos são ouvidos após Airbus A320neo perder comunicação sobre a...

0
A situação dos estrondos sônicos sempre assusta muitas pessoas em solo, como se fosse a primeira vez a cada vez que acontece.