Com o ‘raro’ A330-800, Uganda Airlines fará voos intercontinentais para Londres e Dubai

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após receber a partir de dezembro passado suas duas unidades do “raro” Airbus A330-800, versão do A330neo até agora encomendada por apenas duas empresas, a Uganda Airlines informa nesta semana que está avançando nos processos para fazer sua estreia em voos intercontinentais.

Segundo a companhia africana, os planos de começar a voar para fora da África vão bem, uma vez que foram aprovados os pedidos de slots nos aeroportos de Londres-Heathrow, na Inglaterra, e de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Além destes voos para a Europa e o Oriente-Médio, a intenção da Uganda Airlines é atender com seus A330-800 outros dois destinos intercontinentais, na Ásia: Guangzhou, na China, e Mumbai, na Índia.

UPDATE: START OF LONG HAUL FLIGHTS Uganda Airlines will start inter-continental operations to Europe, Asia and the…

Publicado por Uganda Airlines em Quarta-feira, 3 de março de 2021

Em comunicado, a empresa comenta que está com processo em andamento para certificação das aeronaves A330-800neo com a Autoridade de Aviação Civil de Uganda, em um programa de cinco fases que, uma vez concluído, resultará na adição da aeronave ao Certificado de Operador Aéreo (AOC) da companhia.

As datas para a estreia dos voos de cada destino serão divulgadas em breve.

A empresa é um renascimento da antiga Uganda Airlines, que operou de 1977 a 2001, e recomeçou a voar em agosto de 2019. Atualmente, faz voos para alguns países africanos com seus quatro jatos regionais CRJ-900, além de possuir os dois A330-800 já entregues pela Airbus aguardando a certificação da autoridade de aviação do país.

Os dois A330-800 da Uganda – Imagem: Uganda Airlines

Classe executiva do A330-800 da Uganda – Imagem: Airbus

Além da Uganda Airlines, o menor integrante da dupla de modelos da família A330neo foi encomendado apenas pela Kuwait Airways, que também já recebeu duas unidades do total de 8 que reservou.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Qatar Airways perde o posto de maior operadora do Airbus A350

0
A empresa sediada em Doha acaba de perder o posto de maior operadora mundial do ultramoderno Airbus A350 XWB para a Singapore Airlines