Início Aviação Executiva Raro jatinho brasileiro apreendido em Portugal com R$39 milhões em cocaína a...

Raro jatinho brasileiro apreendido em Portugal com R$39 milhões em cocaína a bordo

A Polícia Judiciária de Portugal apreendeu um raro e clássico jato executivo registrado no Brasil, que levava uma carga milionária de drogas para Portugal.

Foto cedida

Segundo informações e fotos do jornal Correio da Manhã, que foram confirmadas por fontes em Lisboa, o jato de matrícula PP-SDW, um raro IAI Westwind de fabricação israelense e de design único, foi preso com cocaína ao pousar no início do mês no Aeroporto Portela, em Lisboa.

O jato se destaca porque tem asa média, que fica bem no meio da fuselagem em termos de altura, ao contrário da maioria absoluta dos jatos executivos que possuem asa baixa, ou até mesmo de outros aviões a hélice que têm asa alta.

Capa do jornal Correio da Manhã destaca a apreensão do jato

O Westwind foi produzido inicialmente pela americana Aero Commander, tendo como base o turboélice Aero Commander 500, que tem asa alta e fez seu legado na aviação nas mãos de Bob Hoover, considerado um “dos maiores pilotos de todos os tempos”, por suas acrobacias inimagináveis com este avião executivo.

Pouco tempo depois, a Israel Aerospace Industries (IAI) comprou o projeto, tendo evoluído para o Astra que mais tarde se tornaria o G100, o primeiro da linhagem Gulfstream, a fabricante dos jatos executivos de maior alcance e velocidade do mundo hoje.

No Brasil, o jato já foi mais popular, mas hoje existem poucas unidades. Uma delas pertenceu ao cantor Roberto Carlos, que comprou um Westwind e o batizou de Lady Laura com a matrícula PP-LDY. Existem apenas seis unidades deste clássico avião no Brasil, segundo dados da ANAC.

Histórico de voos mostra que o avião pousou em Lisboa no dia 1º deste mês © FlightRadar24

O Westwind apreendido em Lisboa está registrado no nome da Supreme Locadoras de Veículos, uma empresa de locação de Belo Horizonte. Segundo o Correio da Manhã, o jato foi comprado em 2017 pelo valor de $750 mil dólares, equivalente a aproximadamente R$2,5 milhões de reais nos valores da época.

A apreensão em Lisboa aconteceu no dia 1º deste mês, quando o jato pousou no Aeroporto de Portela, segundo a base de dados do FlightRadar24. Foram encontrados 170 quilos de cocaína no avião, avaliados em €6 milhões de euros, ou R$39 milhões na cotação atual. Junto com a droga foram presos dois portugueses e três brasileiros, que não tiveram a identidade revelada.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile