Registrado novo recorde de distância de voo do Airbus A321LR

A321neo da Azores Airlines – Imagem: BriYYZ / CC BY-SA 2.0, via Flickr

Os portugueses estão a todo vapor nas quebras de recordes de voo com a versão de longo alcance (LR – Long Range) do Airbus A321neo. Na quarta-feira, 8 de setembro, o pouso de uma operação da SATA Air Açores, também conhecida como Azores Airlines, significou uma nova marca para o avião de nova geração.

Como vimos ao longo dos últimos meses, em janeiro deste ano a própria portuguesa SATA, baseada no arquipélago dos Açores no meio do Oceano Atlântico, estabeleceu um recorde de distância de voo com o A321LR de matrícula CS-TSI ao percorrer pouco mais de 7.200 km entre Lisboa, em Portugal, e Bogotá, na Colômbia. Foram, aproximadamente, 9 horas e 50 minutos no ar.

O voo de janeiro da SATA – Imagem: FlightRadar24

Depois, em abril, foi a vez da também portuguesa TAP Air Portugal superar a marca da conterrânea. Partindo de Moçambique, no sul da África, o jato de matrícula CS-TXA voou cerca de 7.500 km em 10 horas e 7 minutos até pousar no arquipélago de Cabo Verde.

O voo recordista da TAP em abril – Imagem: FlightRadar24

E ontem, segundo informações da Airbus, a SATA Air Açores voltou a tomar o posto de recordista de distância voada com o A321neo de longo alcance.

Partindo de Oakland, na costa oeste dos Estados Unidos, na tarde da terça-feira, 7 de setembro, o jato de matrícula CS-TSI, o mesmo do recorde de janeiro, cumpriu o voo de número S4-236 com destino aos Açores, como se nota no registro da plataforma de rastreamento RadarBox na imagem a seguir:

O A321LR no voo desta semana – Imagem: RadarBox

Conforme os dados publicados pela Airbus, o pouso no final da madrugada do dia 8 nos Açores representou uma distância de 7.874 km, superando em quase 400 quilômetros a marca anterior do A321LR da TAP.

Apesar do novo recorde de distância, no entanto, o tempo de voo não foi tão longo quanto as 10 horas e 7 minutos da TAP até Bogotá e nem quanto as 9 horas e 50 minutos do anterior da própria companhia. O trajeto do A321neo da SATA durou pouco mais de 9 horas e 20 minutos, provavelmente tendo sido beneficiado por ventos favoráveis em rota.

Brasil na rota e futuros recordes

Como vimos recentemente, um aeroporto do Brasil deve se tornar em breve um dos destinos destes voos de longo alcance com o A321LR, já que a TAP planeja voar com o modelo de Lisboa para a região sudeste do país (clique aqui para rever a matéria sobre esta operação).

Também vale ressaltar que nos próximos anos estes recordes deverão “virar pó”, já que a Airbus está montando a primeira unidade da nova versão de longo alcance extra (XLR – eXtra Long Range) do A321neo, portanto, novas rotas ainda mais longas atualmente feitas com aviões de cabine com corredor duplo se tornarão viáveis com este modelo de corredor único.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Avião Embraer ERJ-145 CommutAir United Express

Jatos Embraer ERJ-145 da CommutAir ganham uma renovação total em seu...

0
A empresa aérea regional americana CommutAir anunciou na segunda-feira (6) o lançamento de um esforço para atualizar e substituir