Relator fica doente e decisão sobre a Avianca Brasil é adiada

O jornalista Lauro Jardim do O GLOBO revelou em sua coluna que a decisão de hoje sobre a Avianca Brasil foi adiada por motivos médicos.

O relator do processo ficou doente e agora o recurso da empresa aérea será julgado no próximo dia 17.

A apelação vem após a Swissport conseguir suspender o leilão que estava marcado para o último dia 07 de maio. A empresa de handling Swissport que prestava serviços de solo para a Avianca Brasil alegou que a venda de slots é ilegal.

A Avianca Brasil possui uma dívida de R$17 milhões com a Swissport, que por sua vez se sentiu prejudicada com o plano de Recuperação Judicial que favorece o maior credo da aérea: a Elliott Management.

No próximo dia 17 será decidido se a suspensão do leilão será mantida, caso positivo a Avianca Brasil poderá declarar falência ou ser apresentado um novo prazo para um novo plano de recuperação.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias