Relator fica doente e decisão sobre a Avianca Brasil é adiada

O jornalista Lauro Jardim do O GLOBO revelou em sua coluna que a decisão de hoje sobre a Avianca Brasil foi adiada por motivos médicos.

O relator do processo ficou doente e agora o recurso da empresa aérea será julgado no próximo dia 17.

A apelação vem após a Swissport conseguir suspender o leilão que estava marcado para o último dia 07 de maio. A empresa de handling Swissport que prestava serviços de solo para a Avianca Brasil alegou que a venda de slots é ilegal.

A Avianca Brasil possui uma dívida de R$17 milhões com a Swissport, que por sua vez se sentiu prejudicada com o plano de Recuperação Judicial que favorece o maior credo da aérea: a Elliott Management.

No próximo dia 17 será decidido se a suspensão do leilão será mantida, caso positivo a Avianca Brasil poderá declarar falência ou ser apresentado um novo prazo para um novo plano de recuperação.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos