Rio de Janeiro já tem data para voltar a receber voos da espanhola Iberia

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após voltar a oferecer, desde o final de outubro, serviços regulares para a cidade de São Paulo, através do Aeroporto Internacional de Guarulhos, a companhia aérea espanhola Iberia já tem data para voltar também ao Rio de Janeiro.

Avião Airbus A330-200 Iberia
Airbus A330-200 – Imagem: Masakatsu Ukon / CC BY-SA 2.0

Após a longa suspensão por conta da falta de demanda gerada pela Pandemia, a empresa volta a pousar no Aeroporto Internacional do Galeão na noite do dia 2 de dezembro, segundo dados do sistema da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e do site de vendas da própria companhia aérea.

O voo de número IBE-6025 tem programação para saída de Madrid às 12h15 e chegada ao Rio de Janeiro às 23h05. O retorno à Europa acontece apenas na tarde do dia seguinte, 3 de dezembro. O voo IBE-6024 parte às 19h55 e pousa na capital espanhola às 05h35 da manhã do dia 4 (todos os horários são de Brasília).

Ainda segundo o sistema da ANAC, todos os serviços para o Galeão serão operados por aeronaves modelo Airbus A330-200 com capacidade para 288 passageiros, e a frequência da operação da Iberia será de três voos por semana, pousando às segundas, quartas e sextas e decolando no dia subsequente, sempre nos horários descritos acima.

Segundo matéria do Preferente, apesar de cautelosos, os executivos da empresa aérea dizem que é necessário correr riscos para estimular a demanda dos passageiros pelo turismo e é isso o que a empresa vem fazendo. Além do Rio, em dezembro a empresa volta a outras duas cidades colombianas: Medellín e Cali. Com isso, sua rede de voos para o continente americano deve chegar a 20 destinos.

Segundo a companhia, durante o inverno europeu (verão brasileiro) sua malha aérea mundial chegará a 75 destinos em 30 países, representando 70% da malha pré-pandemia, porém ainda com apenas 1.400 voos semanais de ida e volta a partir de seu hub, que representam 40% da quantidade normal.

Com informações da Iberia e da ANAC

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias