Rússia investe US$20 mi para modernizar produção do IL-96-400M, sem objetivo de comercializar o modelo

Imagem: Alex Samsonov / Flickr

O governo russo alocou cerca de $1,32 bilhões de rublos ($20,8 milhões de dólares) para a United Aircraft Corporation (UAC), a companhia responsável pelo relançamento da aeronave widebody de passageiros Ilyushin IL-96-400M, versão mais recente da família IL-96, de acordo com uma notificação oficial de 26 de julho publicada no site do governo.




A injeção financeira impulsionará o capital registrado da Associação de Produção de Aeronaves de Voronezh (parte da UAC, mas geralmente conhecida por seu acrônimo russo VASO), que produz a aeronave. Os fundos se concentrarão na construção de uma nova instalação de 1055 metros quadrados, bem como na modernização completa das capacidades do fabricante. O projeto, que deve entrar em operação em 2020, requer um investimento total de $1,47 bilhão de rublos ($23,2 milhões de dólares).

Especialistas apontam que a própria aeronave IL-96 não é o alvo, já que o modelo não recebeu pedidos de operadores comerciais, mas visa preservar e desenvolver as competências gerais da VASO. A fabricante também participa de outros programas da UAC, como o jato regional Sukhoi Superjet 100 (SSJ100), o narrowbody avançado Irkut MC-21, o turboélice regional IL-114-300 e a aeronave Ilyushin IL-76MD-90A. A manutenção e a atualização de tais capacidades de produção fazem parte da estratégia política de preservar a independência da Rússia do Ocidente, em vista das sanções econômicas.

O IL-96-400M é uma versão para passageiros, com 390 assentos, da aeronave de carga IL-96-400T. O projeto de modernização foi lançado em 2016 e seu primeiro voo está previsto para 2019. O motor PA-90A1 está sendo desenvolvido pela UEC-Perm Motors (parte da United Engine Corporation) e deve ser entregue antes do final deste ano.

Além deste investimento atual de modernização da planta produtiva da VASO, o governo deve investir cerca de $50 bilhões de rublos no programa do IL-96. De acordo com Yuriy Slyusar, chefe da UAC, o Il-96 é o programa que “define a viabilidade da VASO”.

Os especialistas não preveem que esse programa de modernização conseguirá atingir o ponto de equilíbrio, já que o objetivo é preservar a expertise da Rússia na fabricação de aeronaves de fuselagem larga. O plano é produzir entre seis e oito IL-96-400Ms, com entregas programadas entre 2021 e 2024. O projeto está sendo financiado pela Corporação de Locação de Transportes do Estado (GTLK), que receberá fundos adicionais para esse fim.

 
Informações pelo Russian Aviation Insider.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.