Ryanair anuncia mais de 1.000 demissões e tripulantes anunciam greve

A Ryanair não esta passando por bons momentos: atrasos no 737 MAX e custos crescentes podem resultar numa demissão de 1.500 tripulantes, que declararam que irão entrar em greve.

O CEO da companhia, Michael O’Leary, anunciou que entre 900 e 1.500 tripulantes podem ser cortados. “Nas próximas semanas estaremos fazendo o nosso melhor para minimizar cortes, porém alguns são inevitáveis agora”, disse.

Segundo o executivo, a expectativa da empresa era operar 58 jatos 737 MAX para o próximo verão europeu (julho-agosto) de 2020. Porém serão apenas 30 jatos dada a paralisação da aeronave pelas autoridades mundiais após os dois acidentes fatais.

Ainda segundo Michael, atualmente a empresa tem 500 pilotos e 400 comissários a mais, entretanto, até o próximo verão podem ser necessárias mais 600 cortes, além desses.

A Ryanair é conhecida por ser a empresa mais barata do mundo para voar, com diversas tarifas a 30 Euros, e promoções de passagens a apenas 1 Euro o trecho.

Para manter os custos baixos e oferecer estas tarifas, é necessário manter uma frota mais eficiente possível, consumindo o minimo possível e levando mais passageiros.

Atualmente a frota da Ryanair eh composta exclusivamente de jatos 737-800 com 189 aeronaves. Os 737 MAX 200 (versão de alta-densidade modificada do MAX 8, exclusiva para a Ryanair) irão levar 200 passageiros por voo.

Alem de levar 11 passageiros a mais o 737 MAX 200 consome 30% a menos que o NG devido aos seus novos motores e asa. Recentemente, vazou uma imagem de um MAX recém-fabricado, no qual a Ryanair sinaliza ter rebatizado-os de Boeing 737-8200, tentando rebater os danos de imagem causados pelos acidentes.

O sindicato da categoria anunciou uma greve de 5 dias a partir do dia 21 de agosto caso a situação das demissões não seja revista.

Com informacoes da Bloomberg e The Guardian

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos