Ryanair diz que não vê viabilidade em aviões elétricos nos próximos 15 anos

Ryanair
Boeing 737-800 da Ryanair – Imagem: Anna Zvereva, CC BY-SA 2.0, via Flickr

Apesar de ações em prol da sustentabilidade de suas operações, a Ryanair parece não estar interessada em aeronaves elétricas no momento, indo contra várias companhias aéreas que já se voltaram a esse novo conceito com parcerias e encomendas.

De acordo com declarações do Diretor de Sustentabilidade e Finanças da Ryanair, Thomas Flower, ao The Business Post, “aeronaves movidas a eletricidade não serão viáveis ​​para a indústria de viagens nos próximos 15 anos”.

Conforme relata nosso parceiro Aviacionline, no momento, os desenvolvimentos de aeronaves elétricas enfrentam o grande desafio de alcance e velocidade, fatores que são fundamentais para as operações das companhias aéreas.

Nesse sentido, o Diretor da Ryanair garantiu que “com base na tecnologia atual que está sendo desenvolvida, é provável que as aeronaves elétricas forneçam apenas opções de voo de curto alcance, o que torna um pouco mais desafiador o trabalho na nossa operação”.

Assim sendo, a companhia aérea irlandesa segue trabalhando em algumas iniciativas para reduzir as emissões com o uso de Combustível Sustentável de Aviação (SAF). Na verdade, no início de 2021, a Ryanair estabeleceu uma parceria com o Trinity College Dublin, uma universidade com a qual planeja pesquisar opções de combustível sustentável em colaboração com o Centro de Pesquisa de Aviação Sustentável da Ryanair. 

A companhia aérea já investiu mais de 1,5 milhão de dólares nesta associação, com o objetivo de iniciar projetos de produção de combustíveis a partir de óleos e resíduos vegetais, que podem ser usados ​​para gerenciar as emissões em sua frota. Os planos da empresa preveem, até 2030, que um em cada oito voos seja operado com querosene sustentável de aviação.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Em Camarões, nasce uma nova empresa aérea que voará aviões Embraer

0
A empresa aérea camaronesa Fly Zejet acaba de receber sua primeira aeronave Embraer ERJ-145. A aeronave, com 49 assentos