Ryanair torna-se a maior empresa aérea da Europa em número de passageiros

A Ryanair é agora a maior companhia aérea da Europa em número de passageiros transportados, destronando a Lufthansa que liderava no velho continente havia anos.

Ryanair 737

Embora outras empresas não tenham divulgado seus números finais ainda, os números informados pela Ryanair foram tão bons que ela já pode ser colocada no topo, pois nenhuma outra chegará ao mesmo patamar.

Enquanto a transportadora irlandesa de baixo custo transportou 152,4 milhões de pessoas em 2019, 9,4% a mais que no ano anterior, e atingiu uma incrível taxa de ocupação de 96%, o grupo Lufthansa registrou apenas um aumento de 2,5% nos passageiros (entre janeiro e novembro) e deve fechar o ano com um incremento de 4,7%, perdendo seu status de líder.

A lista abaixo mostra os dez maiores grupos de empresas aéreas nos últimos anos, já com a projeção para 2019. Os dados foram obtidos junto às empresas e são mostrados em milhões de passageiros.

O que esperar de 2020

Quanto a 2020, a nova temporada promete ser mais complicada para a Ryanair. Os resultados serão afetados por causa dos problemas com os aviões Boeing 737 MAX, dezenas dos quais a empresa havia encomendado, e o número previsto de passageiros já foi revisado várias vezes para baixo. 

As reservas antecipadas para janeiro a abril estão 1% acima em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o número anual de passageiros deve crescer para 154 milhões. Um número bem mais conservador do que o crescimento de quase dois dígitos em 2019.

Além disso, a Ryanair revelou que o braço austríaco Lauda “continua com desempenho abaixo do esperado”, inclusive operou com tarifas médias abaixo do esperado no período do Natal. “Isso é resultado direto da intensa concorrência de preços com as subsidiárias da Lufthansa na Alemanha e na Áustria, que estão envolvidas em vendas abaixo do custo”, denunciou a Ryanair.

A Ryanair divulgará os resultados finais do ano em fevereiro, mas já antecipou que terá um lucro recorde de mais de $1 bi de Euros em 2019. Isso gerou um aumento na procura pelas ações da empresa.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.