Sabia que os Estados Unidos têm um estado que não tem voos comerciais?

Os Estados Unidos da América são referência quando se fala em aviação, seja no pioneirismo, na sua cultura aeronáutica ou por ter a maior frota do globo. Porém, ainda assim existe um único estado americano em que a aviação não é algo regular: Delaware.

Airbus da Frontier no Aeroporto de Wilmington no estado americano do Delaware
Airbus da Frontier no Aeroporto de Wilmington no estado americano do Delaware

Em 2017, os Estados Unidos possuíam uma frota de mais de 7 mil aviões comerciais, entre cargueiros e de passageiros, distribuídos em 60 companhias aéreas, operando voos regulares, não-regulares e fretamentos. Com números tão significativos, surpreende saber que um dentre os 50 estados americanos não possui voos comerciais regulares

Delaware localiza-se na região nordeste do país e é o segundo menor estado americano em extensão territorial, atrás apenas de Rhode Island. Com população de 962.000 pessoas, é o sexto estado menos populoso do país, na frente de Dakota do Sul, Alasca, Dakota do Norte, Vermont e Wyoming.

Apesar de sua pequena extensão territorial, Delaware é um grande centro financeiro com mais de 200 mil empresas sediadas no estado. Isto acontece graças às leis estaduais que dão benefícios fiscais para empresas que decidem instalar suas sedes ali. O estado é conhecido como The Land of Free-Tax Shopping (“A Terra Sem Impostos Comerciais”).

Localização de Delaware no corredor BosWash

E todo esse movimento de pessoas e empresas não é suficiente para que Delaware tenha voos dentro do seu território, mas o motivo é relativamente simples: o estado está no meio da megalópole BosWash, corredor formado pelas grandes cidades de Boston, Nova Iorque, Newark, Filadélfia, Baltimore e a capital federal Washington.

A cidade mais importante e populosa do Delaware é Wilmington, com pouco mais de 70 mil habitantes. Ela está a 40 minutos da Filadélfia ou 1h10 de Baltimore e essa proximidade tem afastado as companhias aéreas desde os anos 90.

Por quatro vezes o estado ficou sem voos comerciais regular ou não regulares. A primeira foi entre 1993 e 1998, depois entre 2000 e 2006, seguido de 2008 até 2013, e depois desde abril de 2015, quando a Frontier deixou o Aeroporto de Wilmington, até agora. Em períodos anteriores, a Delta e a finada Skybus Airlines operaram por lá.

A Frontier foi a última a operar em Wilmington

Algumas companhias aéreas como a Southwest Airlines deram indicativos que poderiam voar para lá, mas nada concreto até agora. Com isso, não existe previsão que o Delaware seja atendido por uma companhia aérea, ou que uma aérea atenda todos os 50 estados americanos, algo que até então só a Delta Air Lines conseguiu uma vez na história e por um breve período.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias