Saiba por que o próximo avião da Itapemirim ganhou o registro PS-MGF

Imagem: Arquivo PCA

A Itapemirim Transportes Aéreos, mais recente companhia aérea a entrar em operação no Brasil, já tem cinco aviões Airbus A320 voando em seus serviços regulares e, como temos acompanhado, escolheu algumas matrículas de registro dos jatos com letras alusivas às iniciais de nomes de pessoas.

É o caso, por exemplo, do PS-SPJ, que faz referência às iniciais do presidente do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva de Jesus, ou do PS-TCS, em referência ao vice-presidente de Novos Negócios do Grupo, Tiago da Cruz Senna, ambos aviões que já estão voando no Brasil.

E mais um dos próximos jatos a entrarem na frota da ITA também se juntará ao grupo dos registros alusivos a pessoas. Como temos acompanhado desde o início de agosto, o Airbus A320 de número de série 3748 ainda está fora do Brasil, mas já foi visto pintado nas cores da companhia e exibindo a matrícula brasileira PS-MGF.

Quem nos esclarece sobre o significado da escolha destas letras é Ricardo Luiz, da empresa PCA Airworthiness – Engenharia e Manutenção, que é responsável pela busca e avaliação das aeronaves da Itapemirim mundo afora. A homenagem da vez é para o Diretor Executivo da PCA, o Engenheiro Marcelo Guimarães Fernandes.

Ricardo aproveita para atualizar a situação de mais essa aeronave da frota. Em fase final de verificações físicas, a aeronave PS-MGF se encontra no Aeroporto Internacional de Atenas, na Grécia, e o traslado para o Brasil está previsto já para os próximos dias.

O destino final será mais uma vez o aeroporto de São José dos Campos (SP), onde o Airbus A320 terá seu interior reconfigurado dos atuais 180 assentos para a configuração de 162 lugares da Itapemirim.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias