Agora já são 21: chega da China outro voo trazendo máscaras ao Brasil

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

LATAM 777 Carga Máscaras China 200614
A carga no interior do Boeing 777 – Imagem: LATAM

O Brasil recebeu na madrugada deste domingo (14) o 21º voo da Latam, fretado pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra), com carga de máscaras compradas pelo Governo Federal e destinadas aos estados para enfrentamento à Covid-19.

Desde o dia 6 de maio, o país já recebeu 126 milhões de máscaras cirúrgicas e do tipo N95 de um total de 240 milhões de unidades adquiridas pelo Ministério da Saúde. Quando a operação terminar, o MInfra terá fretado 44 voos para transportar a carga.

O voo JJ9553, proveniente de Xiamen (China), aterrissou no Aeroporto Internacional de Guarulhos/SP às 3h16 deste domingo, após escala em Amsterdã (Holanda).

A carga de 6,7 milhões de máscaras cirúrgicas de três camadas, somando cerca de 30 toneladas, foi transportada em aeronave de passageiros Boeing 777. Além do porão da aeronave, a cabine foi adaptada para receber as 3.552 caixas do produto, que será distribuído pelo Ministério da Saúde entre as 27 unidades da federação.

Avião Boeing 777-300ER LATAM modificado carga máscaras
Imagem: LATAM

O Ministério da Infraestrutura é responsável pela operação especial para trazer da China as 960 toneladas de máscaras cirúrgicas e N95 compradas pelo Ministério da Saúde.

Para auxiliar no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Infraestrutura desenvolveu um plano de logística e distribuição, em apoio ao Ministério da Saúde e aos governos estaduais e municipais. O plano nacional abrange ações para viabilizar a chegada do material importado, articulação com órgãos governamentais que atuam nos aeroportos para prioridade no desembaraço aduaneiro e apoio na distribuição dos equipamentos nos estados.

Informações do MInfra

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias