Sauditas abrem a carteira e compram um pedaço da Boeing por US$714 milhões

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O fundo de riqueza soberana da Arábia Saudita investiu bilhões de dólares em ações americanas no último trimestre, incluindo Boeing, Disney e Facebook.

Segundo Avião Boeing 777X
Imagem: Boeing

O denominado Public Investment Fund (PIF) of the Kingdom os Saudi Arabia aproveitou o momento de queda dos mercados mundiais em razão da pandemia para aportar muito dinheiro em empresas ao redor do mundo. Somente nos EUA, o PIF aumentou sua carteira de ações de US$ 2,2 bilhões no final de dezembro para US$ 9,8 bilhões no final de março, de acordo com um comunicado da Comissão de Valores Mobiliários.

O fundo de US$ 300 bilhões, que visa tirar a dependência da economia da Arábia Saudita do petróleo aproveitou para comprar as ações a “preços de banana”.

As maiores novas participações do PIF incluíram US$ 714 milhões na Boeing e mais de US$ 500 milhões no Citigroup, Facebook, Marriott e Disney, além de outras com aportes menores.

A performance das ações da Boeing

Segundo dados do Yahoo! Finance, que monitora a performance das ações de empresas em bolsas de valores em todo o mundo, em março as ações da Boeing atingiram o menor valor num período de cinco anos, uma queda de 72% para com relação ao final do ano passado.

Ou seja, o coronavírus causou um impacto tremendo nas ações, certamente os sauditas se beneficiaram muito disso.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Comentários estão fechados.