Segunda pista do Afonso Pena receberá obras de recapeamento e sinalização

A Infraero emitiu na última sexta-feira (16/3) a ordem de serviço para as obras na segunda pista do Aeroporto Internacional Afonso Pena, na região metropolitana de Curitiba. Os trabalhos incluem o reforço da estrutura do pavimento e recapeamento dos 1798m x 45m da pista 11/29, além de instalação de barra de parada e novo sistema de sinalização luminosa.




Ao todo, R$ 17,9 milhões serão investidos nessas melhorias, que deverão estar finalizadas até março de 2019, conforme previsto no edital de licitação. Durante a realização dos serviços, as operações de pouso e decolagem deverão ocorrer normalmente, uma vez que a pista principal do aeroporto não deverá ter quaisquer interferências, conforme planejamento e cenários apresentados pela Infraero às empresas aéreas, Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

“Ao final dos serviços, o Aeroporto Afonso Pena terá um sistema de pistas aprimorado, com uma sinalização melhor e que dará mais opções de planejamento operacional aos operadores de aeronaves, que terão mais agilidade ao definir fluxos de partidas e taxiamento de aeronaves”, afirma o presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira.

Esse melhor aproveitamento das operações se deve ao fato de que a maioria dos voos que pousam e decolam no aeroporto envolvem aeronaves das famílias Embraer 190, Boeing 737 e Airbus A320. “Essas aeronaves poderão usar a cabeceira 11 com mais frequência, liberando a pista principal para outras operações, além de reduzir os custos com manutenção das pistas, visto que o uso será balanceado”, explica o diretor de Operações e Serviços Técnicos da Infraero, João Márcio Jordão.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Infraero.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.